Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Curas a Distância

Curas a Distância

Deseja receber energização e curas à distância?

Aqui nada lhe é cobrado ou exigido.

Aqui no Céu Nossa Senhora da Conceição, pela graça e misericórdia do Senhor Jesus, utilizamos conhecimentos espirituais práticos de xamanismo para exercermos um trabalho espiritual de Curas à Distância para o auxílio de pessoas com problemas de saúde física, espirituais ou mesmo situações difíceis que às vezes se faz necessário uma mãozinha de luz para que tudo se resolva logo. Pessoas que por alguma razão, está no momento impedido de vir pessoalmente nos trabalhos espirituais do Céu Nossa Senhora da Conceição onde se presencia a luz e amor incondicional.
Nada pedimos ou exigimos a você, nada lhe é cobrado por nós. Isto porque vivemos os ensinamentos do Mestre Jesus, a qual é muito claro ao dizer: 
O que recebestes de graça também dê de graça e a fé sem obra é morta.
Para você que deseja receber este auxilio, mas que no momento não tem como vir aqui receber as bênçãos, então que nos escreva uma carta e da seguinte forma e nos envie pelo correio:

 

Centro Espirita Ascencionado Céu Nossa Senhora da Conceição

Pariquera Açu – SP 
 – Caixa Postal nº 124 
CEP: 11930-000. 
Aos cuidados do Xamã Gideon dos Lakotas.

Envie uma cartinha simples com duas folhas com o seguinte conteúdo:

– Na primeira folha nos fale um pouco de teus problemas e o que realmente deseja alcançar, que benção verdadeiramente deseja receber.

– Na segunda folha escreva os teus dados em letras de forma e bem legível de acordo com o exposto abaixo:

  • Nome (completo)
  • Endereço (atual e completo)
  • Data de nascimento: xx / xx / xxxx
  • Hora do nascimento:
  • Local de nascimento:
  • Nome do pai:
  • Nome da mãe:
  • Telefone ou e-mail (se tiver)

 Agora leia estes procedimentos com atenção:

Temos algumas normas que o amado (a) precisa seguir:

 

  1. A carta deve ser escrita pelo próprio irmão (ã) que deseja receber a energização ou cura espiritual. Exceção somente no caso da pessoa interessada ser analfabeto ou não estar em condições de saúde que lhe permita escrever.
  2. Cada vez que nos enviar sua cartinha, envie junto um envelope em branco e um selo  porte nacional ou equivalente, para que possamos lhe responder se necessário for.
  3. No dia 10 de cada mês as cartas anteriores serão eliminadas e as recém chegadas postas no lugar das antigas. Sendo assim pedimos o irmão (ã) que deseja continuar o tratamento espiritual que nos envie uma carta por mês, até alcançar a benção desejada.
  4. A partir do terceiro dia após nos ter enviado sua cartinha, o amado (a) assumirá o compromisso de dobrar teus joelhos ao chão em nome do Senhor Jesus e orar ao DEUS PAI, três vezes ao dia e todos os dias até alcançar a cura ou benção desejada. Saiba que oração e bênçãos nunca são demais…
  5. Também explicamos ao amado (a) que após o terceiro dia que nos enviar sua cartinha, irá perceber que está com um sono mais profundo e calmo; sentirá um calor gostoso no corpo quando dobrar teus joelhos para orar ao DEUS PAI e é muito comum começar a se recordar de sonhos diferentes com lindas mensagens. Então não se admirem queridos (as), isto é muito normal…
  6. Ao deitar, pedimos ao amado (a) que coloque próximo a sua cama, um copo de água. De manhã ao levantar, o irmão (a) deve beber esta água todinha.
  7.  Não aceitamos e-mail, somente cartas pelo correio.

 

* OBSERVAÇÃO *: Amado (a), após já ter recebido a cura ou a benção desejada, com teu vigor físico já restaurado ou com teus problemas já amenizados, demonstre a DEUS que é um filho agradecido. Escolha alguém ou família que esteja passando por necessidades faça uma compra do mês e peça para outra pessoa entregar. Mas querido (a), faça isto de boa vontade e não contes a ninguém. Não mostre para a mão esquerda o que realizou com a direita e vice-verso. O Senhor DEUS PAI que tudo sabe e que te ama também, observa e se alegra com o teu silêncio sobre o bem que fazes ao teu próximo.

Um forte abraço fraterno e carinhoso deste irmão xamã que lhe ama também.

Gideon dos Lakotas