Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Apreensão Drogas “CEFLURIS”

fonte: http://www.agazeta.net/index.php?option=com_content&view=article&id=6455:traficantes-estao-negociando-maconha-por-cocaina-no-acre&catid=19:acre

Traficantes estão negociando maconha por cocaína no Acre

Adaílson Oliveira, da TV Gazeta

Qui, 23 de Julho de 2009 15:27

Apreensão de farta quantidade de maconha vindo de Cuiabá ratifica esquema de escambo entre narcotraficantes via Acre

 

canabisA apreensão de 92 quilos de maconha nesta semana serviu para comprovar o que a polícia já suspeitava: traficantes estão trocando maconha por cocaína no Acre. A apreensão desta terça-feira, 21, fugiu às características de outras ações da Polícia Federal.

Geralmente, a droga vem da Bolívia e do Peru, e o Acre era visto apenas como corredor. Desta vez, a droga veio direta para ser comercializada em Rio Branco. Isso ajuda a comprovar também que a maconha é uma das drogas mais consumidas no Acre.

A maconha que entra em Rio Branco não vem da Bolívia e do Peru, mas do sudeste do País. Os traficantes trazem grandes quantidades para fazer a troca por pasta base de cocaína, produto característico dessa região.

Conforme Mario Renato Fanton, delegado da Polícia Federal no Acre, “a maconha que entram no Acre, provavelmente, ou é para fins de consumo ou para pagamento de remessa que saiu de cocaína aqui do Acre”.

Fanton afirma que o Estado não faz parte da região de cultivo da droga e que a maconha tem entrado de outra região.

Um dos pontos entrada da maconha é a cidade amazonense de Boca do Acre. A Polícia Federal mapeou a região e descobriu que na área denominada Céu do “MAPIÁ” existem plantios de maconha.

Foram identificados adeptos do Santo Daime, que usam a droga com o nome de Erva de Santa Maria. “Trata-se de algo que a lei ainda proíbe e que é por isso é configurado crime”, adverte o delegado da PF.

Até na cidade de Boca do Acre, foram encontradas árvores de maconha. Como a cidade amazonense está a 208 quilômetros de Rio Branco, a Capital acreana está sempre abastecida.

Maconha do Mato Grosso – Os 92 quilos de maconha apreendidos nesta semana estavam dentro de cinco malas. A droga foi embarcada num ônibus na cidade de Cuiabá (MT).

O responsável pelo embarque desceu no meio do caminho. Ao chegar à Rodoviária de Rio Branco, a empresa responsável pelo ônibus avisou à Polícia Federal das bagagens.

Os agentes ficaram esperando até que apareceu um homem de 26 anos, identificado apenas como J. R. para buscar as malas. Quando ele entregou os bilhetes foi preso.

Após a entrega de uma documentação pesada ao Ministrerio Público Federal por parte do xamã Gideon “dos Lakotas” a polícia federal em 04 meses realizou o flagrante da reportagem. Duas outras levas de documentos igualmente pesados, de provas cabais sobre o “NARCOTRÁFICO” NO “SANTO DAIME”  foram entregues pelo Xamã “Gideon lakota” ao Ministério Público Federal no ultimo semestre de 2010. O Ministéio Público Federal abril investigações e na audiência pública de Abril de 2011 no Congresso Nacional o padrinho Gideon “dos Lakotas” pretende apresentar os resultados se possível for.