Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Calêndula, Malmequer

Calêndula, Malmequer

Calendula officinalis L.

Calendula officinalisPlanta anual cultivada desde a Idade Média, pelas suas qualidades ornamentais: os seus maravilhosos capítulos cor de laranja-vivo desabrocham continuamente desde o Verão até ao Outono. As folhas inferiores são espatuladas, as caulinares lanceoladas, sésseis e alternas. Os capítulos terminais são compostos de flores tubulosas estéreis e de flores liguladas férteis. O fruto é um aquênio curvo coberto de asperidades (em baixo à direita). As calêndulas são originárias da Europa meridional. São cultivadas atualmente como planta ornamental e medicinal. Neste último domínio, são preferidas as variedades de capítulo denso, cor de laranja menos intenso, contendo uma elevada taxa de substâncias ativas.

São colhidos os capítulos inteiros ou apenas as lígulas. A colheita faz-se manualmente, com tempo soalheiro, e as flores são secadas sobre grades de canas, à sombra, num local bem arejado, à temperatura máxima de 35°C. Contêm uma calendulassaponina-ácido-triterpenóide, outros glicosídeos ou calendulosídeos, sucos amargos e um óleo essencial. São usadas para estimular a atividade hepática, a secreção biliar e também para atenuar os espasmos gástricos ou intestinais. Os seus efeitos são, portanto, espamolíticos e colagogos. Em aplicações externas, a decocção, a tintura ou a pomada de calêndulas é aconselhada para as feridas rebeldes, escaras, úlceras nas pernas, inflamações purulentas e erupções cutâneas. A indústria cosmética emprega as calêndulas para amaciar a pele, para banhos e aplicações locais, pois são um excelente cicatrizante. A cor viva alaranjada das pétalas secas é muitas vezes aproveitada para melhorar o aspecto de outras substâncias medicinais.

Indicações e Usos: Antialérgica, cicatrizante, refrescante, antiinflamatória, bactericida e anti-fúngica, esta planta age contra acne, pele seca, feridas e queimaduras. Também empregada como mecanismo auxiliar regulador do ciclo menstrual e calmante de seus sintomas dolorosos (propriedades anti-espasmódicas). Externamente, sob a forma de pomadas, atua com eficácia em contusões, feridas, queimaduras, frieiras, etc. Após a extração dentária, usa-se sob a forma de bochechos. Na indústria cosmética, é utilizada na composição de xampus, cremes e sabonetes, e na indústria alimentícia, como corante natural.

Há registros da calêndula ter sido usada por médicos em campos de batalha, para tratar soldados feridos.