Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Galeopis

Galeopis

Galeopis dubia

Galeopis segetumEsta planta herbácea, natural da Europa ocidental, cresce em solos arenosos e pedregosos, ou seja, solos de natureza silicosa, ou ainda, esta planta cresce no granito estéril. Tal solo é absolutamente mineral, mas ele pode ser muito aerado e impregnado de água. Para a Galeopis dubia, a sílica não é apenas um substrato, (este vegetal foge do calcário). A sílica, para esta planta, é um elemento trabalhado interiormente pelo vegetal. Isto pode ser reconhecido pelo aspecto rude e peludo desta planta. Além disso, ela é muito ramificada e suas folhas se estendem em comprimento de modo semelhante às do cânhamo. Os estágios superiores dos nós trazem nos falsos verticilos, flores muito marcantes, grandes, amarelo-claras, semelhantes à cabeça de animais (Gale-opsis significa: face de doninha). Esta planta contém materialmente muita sílica em suas cinzas (18%).

Tal como o Teucrium Scorodonia, esta planta é um bom remédio nas perturbações pulmonares devidas a uma fraqueza do metabolismo da luz no organismo. É um dos ingredientes da “infusão da sílica” utilizada com sucesso no tratamento de certas formas de tuberculose. As propriedades aquecedoras da planta em questão permanecem sutis e seu aroma é fraco.