Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Urtiga branca

Urtiga branca

Lamium album

Lamium album Esta Labiata, espalhada principalmente nas regiões não muito quentes da Europa, freqüentemente considerada uma erva daninha, apresenta apenas vestígios da característica calórica típica das Labiatas. Podemos comparar esta planta com a urtiga, devido à sua exuberância na parte foliar e caulinar. No Lamium album, o impulso floral se une muito mais intimamente com o ritmo foliar dos nós, que se sobrepõem no caule; sua flor é branca e grande, em forma de boca totalmente aberta. Sua época de florescimento vai desde abril até outubro e pode até chegar a florescer em pleno inverno.

Suas flores, depois de secas, possuem um odor suave, são mucilaginosas, açucaradas e um pouco acres. Tais flores são utilizadas há longa data como emoliente e expectorante e agem principalmente nos rins e no aparelho genital feminino. As indicações do Lamium album são: flores brancas (leucorréia), esclerose do útero, atonia do útero, menstruação muito precoce; e além disso, uremia dos homens idosos e inflamação das vias urinárias. O Lamium album é como o eco ensurdecido do estilo ígneo típico das Labiatas, transposto em um meio terrestre, porém aquoso e fresco.