Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Lontra – A MAGIA DA MULHER

Lontra - A MAGIA DA MULHERLontra – A MAGIA DA MULHER
Tão brincalhona! 
Tão coquete. 
Banhando-se no rio… 
A magia da mulher… 
O Sonho Realizado.

A cura da Lontra engloba uma série de lições sobre energia feminina, lições aplicáveis tanto ao homem quanto à mulher, pois todos nós temos um lado feminino e outro masculino em nossa personalidade. A pele da Lontra é freqüentemente utilizada para fazer sacolas de talismãs para mulheres de poder, porque simboliza a energia feminina em seu perfeito ponto de equilíbrio.

A Lontra é uma mãe devotada, que é capaz de passar horas brincando com os seus filhotes, fazendo as mais fantásticas acrobacias. Ela vive na terra, mas sua morada é sempre próxima da água. Os elementos Terra e Água são os elementos femininos por excelência. Como a Lontra se sente em casa em ambos, ela é a personificação da feminilidade: esguia, suave e graciosa. A Lontra é a grande coquete do mundo animal!

A Lontra está sempre em movimento e é bastante curiosa. Ao contrário da maioria dos animais, ela jamais começa uma briga e só reage depois de ser atacada. Isto porque, com seu espírito alegre e aventureiro, a Lontra considera que todos em volta são seus amigos, até que eles provem o contrário.

Esses traços de caráter são as características de um lado feminino bem equilibrado, o nosso lado que permite que os outros penetrem em nossas vidas sem que tenhamos suspeitas nem preconceitos. A Lontra nos ensina que a energia feminina bem equilibrada não é ciumenta nem maliciosa, é um espírito de irmandade, sempre feliz em compartilhar sua boa sorte, bem como em desfrutar a boa sorte dos outros. Ciente de que todas as realizações individuais trazem benefícios para a tribo como um todo, as pessoas do totem da Lontra sabem se regozijar com os triunfos alheios.

Nos velhos tempos, quando ainda imperavam as leis tribais, se uma mulher enviuvava, sua irmã oferecia o próprio marido para ela como amante, para que ela não se tomasse seca e amarga em virtude da impossibilidade de dar vazão aos seus impulsos criadores. Isto também faz parte da energia de cura da Lontra, pois o ciúme, a inveja e o medo de ser superada ou substituída não existem na mente bem equilibrada da Lontra. Ela está consciente de que todos os bens e todas as energias devem ser compartilhadas com o resto da tribo.

Quando a energia feminina é inteiramente destituída das artimanhas de controle, ela nos propicia uma experiência maravilhosa – a liberdade de amar sem ciúme. É a alegria de amar os filhos dos outros e de se regozijar com as suas vitórias como se fossem os nossos próprios filhos.

Se você tirou a carta da Lontra, isto significa que talvez esteja precisando reavaliar suas idéias e passar a compartilhar as riquezas de sua vida com os outros. A Lontra pode estar lhe dizendo que você precisa expressar melhor as suas refinadas qualidades femininas, quer você seja homem, quer seja mulher. Este processo pode incluir a eliminação do ciúme e de todos os atos de raiva que normalmente decorrem deste sentimento negativo. Significa que você tem que controlar seu ego com o olhar vigilante do Falcão, para ser capaz de confiar plenamente nos outros. Teríamos um mundo no qual todas as pessoas se unem para honrar o direito de cada uma expressar o seu próprio ser em toda a sua plenitude.

Se você hoje se sintonizou com o símbolo da Lontra, isto pode estar indicando que precisa voltar a tornar-se uma criança brincalhona, e simplesmente deixar as coisas acontecerem e se expandirem em sua vida. Talvez seja chegado o momento de abandonar o velho hábito de viver eternamente preocupado com tudo. A Lontra também nos ensina o desapego aos bens materiais, que possuem o poder de nos deixar presos e amarrados e que podem, inclusive, se transformar num verdadeiro fardo.

Observando cuidadosamente os hábitos da Lontra você pode aprender a se abrir para a felicidade contida no lado mais receptivo de sua natureza. Você tem se dado presentes ultimamente? Tem recebido mensagens durante as suas meditações? Pois transforme-se numa Lontra e deixe-se conduzir suavemente pelo rio da vida. Deixe-se fluir com as águas do Universo… pois é este o caminho da energia receptiva feminina bem equilibrada. Honre-a! Assim procedendo você irá descobrir o poder da mulher, o poder de cura da energia feminina.