Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Peru – DOAÇÃO

Peru - DOAÇÃO Peru – DOAÇÃO 
Você oferece de nom grado 
Tudo aquilo que você é 
Para que os outros possa

O Peru é considerado a Águia Doadora ou a Águia do Sul por diversas culturas indígenas norte-americanas que norteiam suas vidas pelo princípio da doação. Á energia do Peru implica o reconhecimento dos sacrifícios que os outros fazem em nosso benefício. Às pessoas em nossas sociedades modernas, que dispõem de muito mais do que realmente necessitam, deveriam estudar o comportamento nobre e digno do Peru, que se sacrifica para que possamos viver, pois sabe que sua morte propicia nossa vida.

Os espectadores leigos que assistem à Cerimônia da Doação dos índios norte-americanos não conseguem entender seu significado profundo. Nesta cerimônia, um membro da tribo abre mão, voluntária e alegremente, de todos os seus pertences em prol dos demais membros de sua comunidade. De modo diferente, em nossa sociedade urbana, somos incentivados a comprar, ou obter de outra forma qualquer, o maior número possível de bens materiais, continuando sempre e sempre com este joguinho, pois a vitória está reservada apenas para aquele que possuir o maior número possível de brinquedos.

Nas culturas verdadeiramente sábias e solidárias, ninguém se toma vencedor enquanto todos os membros da tribo não tiverem suprido suas necessidades. Nestas sociedades, aquele que ambiciona obter mais do que a parte que lhe cabe por direito é tido como egoísta ou louco, quando não as duas coisas ao mesmo tempo. Estas sociedades respeitam os idosos, os pobres e os doentes, sendo precisamente por esta razão que aquele que mais oferece e mais doa de si para aliviar os sofrimentos alheios se toma o membro mais respeitado da comunidade.

Muitos místicos e santos pertenceram e pertencem ainda hoje ao totem do Peru. Regozije-se portanto caso você taça parte deste totem,

pois isto é com certeza sinal de que é uma pessoa de muitas virtudes, alguém que transcendeu o sentimento de individualidade do ego profano e procura sempre agir visando ao benefício alheio. Este comportamento não ê ditado por um senso próprio de compromisso moral demasiadamente estrito ou por um sentimento de culpa fomentado por algum sistema religioso que trabalha com a confusa e discutível noção de pecado. Mas, de modo geral, as pessoas do totem do Peru ajudam os demais apenas porque possuem a convicção de que toda vida é sagrada, visto que o Grande Espírito habita em cada um de nós.

À recompensa do altruísta reside unicamente na certeza de que tudo o que fazemos pêlos outros estamos em verdade fazendo por nós mesmos. O Peru lida com a iluminação e com o despertar do verdadeiro ego, o Eu superior. A compaixão que engendra a solidariedade é a mensagem primordial de todos os verdadeiros sistemas espirituais.

Se você tirou a carta do Peru, isto é sinal de que irá receber um presente. Este presente pode ser material, intelectual ou espiritual, assim como pode ser valioso ou singelo, mas certamente não será insignificante. Ele preencherá seu coração de alegria. Seu presente pode ser o perfume de uma flor, um belo pôr-do-sol ou a sorte grande na loteria. O que importa é que ele irá despertar um forte sentimento de gratidão em seu íntimo, que redundará no anseio de compartilhar com os outros a sua felicidade.