Plantas Medicinais

Levístico

Sua forma selvagem parece provir das montanhas da Pérsia. O Levisticum medra nos declives montanhosos do Sul da Europa, onde vive até a altitude de 2.700m. Sua raiz principal é curta e ramificada em raízes secundárias longas e espessas que se enterram numa profundidade de cerca de meio metro. Este …

Leia Mais »

Licopódio

Este grande gênero cosmopolita consiste de cerca de 450 espécies de musgos sempre verdes, perenes que podem ser de hábito terrestre ou epífito; Lycopodium é encontrado em todas zonas temperadas. São plantas primitivas, com folhas pequenas em formato de escamas ou agulhas, reproduzindo-se através de esporos. Esporos de licopódio são …

Leia Mais »

Licopus

Lycopus virginicus Esta pequena e estirada planta aperfeiçoou seu ritmo foliar superpondo nós cujas folhas escondem, junto à intersecção da folha com o caule, minúsculas coroas de pequenas flores brancas. A inflorescência está totalmente colocada dentro da arquitetura foliar. Como na espécie anteriormente estudada (Leonorus cardiaca), as folhas estão profundamente …

Leia Mais »

Limão

Fruta disseminada na Europa pelos árabes, antigamente na Europa e presentemente entre os brasileiros eram e são muito comuns os presentes de limões. Esta fruta alcançou o Brasil durante a chamada Gripe Espanhola (epidemia gripal de 1918), preço fabuloso, chegando a ser comprada de dez a vinte mil réis cada …

Leia Mais »

Língua-de-vaca

Cerca de 200 espécies anuais, bianuais e perenes compõem este gênero que varia ao longo de regiões temperadas do norte. O nome Rumex vem de antigo nome latino para um tipo de lança (pelo formato das folhas das plantas desse gênero). Rumex crispus é encontrado na Europa e África. Rumex …

Leia Mais »

Líquen-da-islândia, Musgo-da-islândia

O gênero Cetraria consta de 40 espécies de líquens encontrados no mundo inteiro, especialmente nas regiões Árticas. Várias espécies são ecologicamente importantes como alimento para as renas. Desde tempos antigos os líquens foram usados para medicamentos, tinturas e perfumes. Eles não são cultivados e agora são raros no estado selvagem …

Leia Mais »

Jurubeba do sul

Planta nativa na Região Sul do Brasil, ocorrendo também nos países da Bacia do Prata. Comum no Rio Grande do Sul, especialmente na Depressão Central; presente também em outros estados sulinos. A origem do nome vem do adjetivo latino “fastigiatum”, “que termina em ponta”, motivado pelos ramos fasciculados da inflorescência, …

Leia Mais »

Jurubeba falsa

Os principais nomes vulgares desta planta são: Velame, Jurubeba-velame, Velame-de-capoeira, Jurubeba-falsa, Juveva, Jupicanga. Solanum variabile Mart. Solanum variabile é uma planta nativa na Região Meridional do Brasil e regiões limítrofes dos outros países. No Brasil é relatada a ocorrência de Minas Gerais ao Rio Grande do Sul, com maior intensidade …

Leia Mais »

Jurubeba

Solanum paniculatum é uma planta nativa nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil, tendo se espalhado por outras regiões, podendo ser encontrada até no Rio Grande do Sul, onde todavia é pouco freqüente. Ocorrem duas formas de Solanum paniculatum: uma com folhas mais recortadas (em plantas adultas) e inflorescências com …

Leia Mais »

Jupeba

A planta é parecida com outras espécies de “Jurubebas”, pelo aspecto geral e pelos frutos. Distingue-se de Solanum paniculatum pelo posicionamento das inflorescências e pelas flores brancas. Plantas novas podem ser confundidas com Solanum variabile, pois em ambas as espécies ocorrem pelos ferrugíneos. Solanum asperolanatum Ruiz & Pav. Solanum asperolanatum …

Leia Mais »