Até quando ficará a garimpar?

Certa vez, um homem comprou um sítio à beira de um grande lago, e estava muito feliz, pois finalmente conseguiu o sítio tão sonhado. Mas no sítio não havia um casa, assim, o homem montou uma barraca naquele local e passou a ali morar.

Sabendo da necessidade de construir uma casa para morar bem, começou a garimpar sua terra em busca de ouro, já que naquela região era muito conhecida por ter sido explorada há décadas atrás. 

Garimpou esperançoso a achar ouro, por uma semana e nada encontrou. 

Garimpou duas semanas e nada.

Garimpou por três semanas, e nenhuma pepita encontrava.

Após garimpar por um mês inteiro, já frustrado aos berros desabafou: 

– “Não encontro ouro algum! Como vou construir uma casinha para morar com decência e sair da barraca?” 

E ficou ali, se lamentando assentado sobre a pá.

Mas um lenhador que passava próximo, ouvindo os berros indignados do homem, foi ao seu socorro, e lhe disse:

– “Ora, esse é um dos lagos mais produtivos da região, pesque bons peixes e venda-os no vilarejo, assim compre o material que precise e construa sua casa.”

– “Muito obrigado vizinho Lenhador.”  Disse o homem muito feliz com a ideia e assim fez de imediato. 

O homem sabia que duas vezes na semana havia a feira do vilarejo, então nestas duas vezes, pescava de madrugada bons peixes e os vendia fresquinhos pela manhã. 

Nos outros dias continuou a garimpar para, quem sabe, com um pouco mais de sorte, encontrar-se ouro para construir mais rápido a casa. 

Ouro o homem nunca encontrou, mas vendendo os peixes frescos que pescava na madrugada, duas vezes por semana, conseguiu construir a sua casinha tão sonhada em apenas três meses.

 Terminou a construção de uma casa pequena mas muito confortável, saindo da barraca, e pode finalmente dormir a sua tão sonhada noite na própria casinha. 

No dia seguinte, o homem levantou-se cedo e continuou a garimpar.

Este homem se envolveu de tal forma com o garimpo que se esqueceu da razão que era ter uma casa decente para morar, que o levou a garimpar. Ele conseguiu a casa que almejava, não precisava mais garimpar… Mas continuava!

O que você deseja conseguir na vida? Acaso seria paz e felicidade? Mas até que ponto você não ficou a garimpar também?

Em geral as pessoas buscam no lugar errado, buscam em vão fora de si aquilo que só vão encontrar do lado de dentro.

Mesmo a paz e felicidade mundial começam pela paz e felicidade em cada indivíduo. Se encontram dentro de você.

Qual a última vez que conversou sobre a vida? Ou sequer refletiu sobre a vida? 

A grande maioria só percebe o valor da vida mediante algum trauma, alguma perda. É triste precisar ter sua existência ameaçada de perda para empenhar-se nas mudanças, na busca pela paz e felicidade. Pode ser diferente. O sistema do ter lhe põe num estado de fazer coisas, que as pessoas se esquecem do que desejou alcançar, do que seu coração mostrou. 

Quando se consegue o que desejou, em seguida deseja outra coisa. Depois uma terceira e assim vai. É a isto que o sistema te induz. Induz a uma sede de posses, sensações e poder, que te faz esquecer-se da razão que te levou a desejar algo que não tinha.

Xamã Gideon dos Lakotas

Compartilhar

Veja Também

Parábola dos Dois Cavalos

Havia uma carruagem, que era puxada por dois cavalos fortes, que corriam livremente por uma …