Maldades e Inveja: A Conversa de Francisco de Santos

Nota da autora: Aqui eu relato a cópia de uma conversa em Junho de 2006 entre um membro frequentador do Céu Nossa Senhora da Conceição e Francisco que mora em Santos. Segundo o próprio Francisco ele frequentava o cefluris.

De acordo com dezenas de outras pessoas, e eu mesma presenciei também, este Francisco de Santos, maldosamente, no dia do velório da madrinha Genecilda, as escondidas, e pelos cantos, dizer que as trevas haviam invadido aquela fazenda.

Francisco não aceita que o Xamã Gideon advirta sobre a existência das drogas no santo daime cefluris do Alfredo Gregório filho do Sebastião Mota, bem como a insensata exploração comercial da ayahuasca.

Aqui é um perfeito exemplo da grandeza e firmeza que tem o Padrinho Gideon dos Lakotas, pois mesmo passando por tudo isto não desistiu de continuar com a grande Obra.

 

Francisco: O Gideon fica atacando a maconha e o Cefluris ao invés de cuidar da fazenda e fazer a parte dele.

Resposta: Você deixaria, uma pessoa de quem gosta, por exemplo, sua filha, fazer algo que você julga fazer mal?

Francisco: Não.

Resposta: É exatamente assim com o Gideon, ele ama com muita intensidade a toda a humanidade. O Gideon trata todos como irmãos e também não quer ver a humanidade se prejudicando por inocência, então, ele está alertando e trazendo à luz da razão científica as afirmações que faz.

A maconha e cocaína fazem grande mal e não é só no julgamento dele, mas sim comprovado cientificamente e o Cefluris usa drogas como a maconha também e ainda vende Ayahuasca com muito lucro, como você mesmo me falou.
Como o Gideon sempre diz: “Aonde está a luz de uma pessoa dominada pelos vícios? Não há! Aonde está o amor e a caridade daquele que ajuda a afundar seu semelhante no lodo das drogas? Não há!”

Em relação aos cuidados da fazenda que você colocou. Você já percebeu como lá é prospero, tudo é abundante?

Sabia que há apenas dois anos e meio atrás[1] lá era pasto sujo, que não havia nenhuma construção, que aquela estrada boa de hoje era só um trilho e nem havia eletricidade?

Mas hoje, dois anos e meio após, lá tem a igreja construída, banheiros grandes, calçamentos, várias casas, alojamento grande, segmentado para homens e mulheres, vários lagos com muito peixe, dez mil pés de chacrona plantados, sessenta e cinco mil pés de jagubes plantados.

Então como pode você falar que Gideon fica atacando ao invés de cuidar da fazenda?

Francisco: Isso que ele diz é exagero, um ou outro, caso isolado fumam maconha. Ninguém usa cocaína não.

Resposta: Eu mesmo conheço várias pessoas que vieram do Cefluris e podem comprovar que além de muitos usarem drogas lá, ainda incentivam aos outros que usem também. É muita gente que pode confirmar ser verdade o que afirma o Gideon. Pessoas que presenciaram ou usaram drogas lá no Cefluris com eles. Fora os relatos no livro da Alicia Castilia aonde deixa bem demonstrado que o padrinho sebastião de mota melo gostava muito mesmo era da maconha com pasta a base de cocaína. Tem ainda outros livros escritos por pessoas do próprio cefluris.

Nas comunidades do santo daime cefluris na internet, orkut também, tem muitas postagens de teus integrantes defendendo a bandeira da santa maria que é a mesma maconha.

Falam até de bolo de maconha, chá de maconha e que Jesus usava maconha.

O Gideon tem estes e-mails devidamente guardados com ele. Muita gente que frequenta o Céu Nossa Senhora da Conceição, inclusive aqueles que eram do cefluris e se viciaram lá, tem guardado também e-mails e documentos que um dia podem muito ajudar em um tribunal.

Francisco: O Gideon tem lucro sim, ganha no giro, nas refeições e nos cursos. Ele está tentando o monopólio da Ayahuasca.

Resposta: Se o Gideon fosse monopolizar o daime ou ayahuasca no Brasil, ele estaria dando de graça em grande quantidade para todos os Estados, as mudas de Jagube e a Chacrona que são exatamente a matéria prima para se fazer o daime?

E ainda mais, ele ainda estaria passando a receita de como preparar o daime ou ayahuasca, como está inteirinha no site dele? Ou mesmo ainda ensinando as pessoas em suas próprias casas em como formar mudas do cipó e da rainha?

O monopólio do daime quem estava fazendo era o cefluris, e é o Gideon quem o está destruindo.

Hoje este monopólio praticado pelo cefluris quase não existe mais graças ao Gideon.

Quanto a sua colocação sobre ter lucro com os cursos, trabalhos e rituais. Ele mesmo diz isto abertamente no site:
R$ 7,00 por trabalho de daime, paga todas as contas e ainda sobra um pouquinho.

Ele mesmo confirma isto e ainda lança a questão: Aonde está a espiritualidade e caridade do cefluris e sua diretoria e ainda outros simpatizantes do padrinho sebastião, quando cobram com lucros de 300% os trabalhos com o daime? Não há, porque virou comércio!

Sabia que vinte e cinco e até trinta reais por participante como cobra o cefluris, já tem 300% de lucro em cima do daime?

Eu fiz a tenda do suor na fazenda e me custou quinze reais e ainda tinha ayahuasca se quisesse. A mesma tenda do suor fora de lá custava seiscentos reais e nem ayahuasca eles ofereciam.

Pensei em participar uma vez do ritual do cachimbo sagrado. Me falaram que era muito bom. Mas fui ver o preço e era 250 reais. Depois eu fiz este mesmo ritual com o Gideon e me custou só 15 reais, e ele ainda fornecia o tabaco já preparado com as ervas corretamente.

Outra vez eu quis fazer o curso de reiki. Para poder chegar até o nível três, eu teria que desembolsar dois mil reais. Mas lá com o Gideon eu precisei de apenas trinta reais para cursar os três níveis e ainda tive uma boa refeição depois do curso!

O Gideon deixa bem claro no site: “Os cursos que aqui damos e que giram em torno de 10 a 40 reais, lá fora estão entre 180 a 1500 reais. Contudo estes cursos ministrados aqui poderiam ainda ser 50% mais em conta. Então temos lucros com eles sim. E usamos esta pequena renda para auxiliar as muitas obras sociais que fazemos, como o grande volume de cestas básicas que distribuímos aqui todos os meses.”

Sobre a alimentação: Lá por dois reais você toma o café da manhã servido com: dois pães com manteiga, café, leite de búfalo, chá e muitas vezes ainda tem bananas a vontade. Aonde você com dois reais toma um café da manhã assim?

Se desta forma ainda dá um lucro grande, porque você não abre algo assim aí na sua casa, que eu vou tomar, café da manhã, almoço e janta todos os dias.

Concordo com você que ele já tem lucro cobrando só R$ 7,00 nos trabalhos, conforme ele explica no site, diferente do Cefluris que visa ganhar muito dinheiro com os trabalhos de daime que dá.

Francisco: E esse papo de que a maconha tem energia feminina e a cocaína masculina, foi o Gideon quem inventou. Planta de poder masculina e feminina não existem, nunca li isso em nenhum lugar.

Resposta: Os livros do Carlos Castaneda falam disso. Tem muitos outros livros que falam sobre tais coisas também.

Dentro do santo daime eles mesmo ensinam que a energia do jagube é energia masculina, por isto só os homens devem cuidar dele. Que a energia da chacrona é energia feminina, que por isto só as mulheres devem cuidar dela.

Tem até pessoas que também dizem que o nome de santa maria que lá eles deram à maconha é porque ele por ser de energia feminina vai te conectar com a Virgem Maria.

Francisco: O Gideon fica ameaçando as trevas, mas o Mestre Jesus nunca ameaçou. Ele fica falando que as trevas não tem poder, e olha o que aconteceu com a Madrinha.

Resposta: As trevas só podem tocar na ilusão da matéria, que não nos pertence, ninguém está livre de morrer. Continuei: Qual a diferença de morrer de infarto, com um tropeção, assassinado ou de velhice? Todos nós vamos morrer fisicamente.

O que não podemos deixar acontecer é se iludir com o medo de perdermos o que não nos pertence, como o corpo e por isso perdemos o espírito.

Ou você acredita nas trevas e não na luz?

Segundo você mesmo, a tua filha está grávida e o pai é um bandido. Então isto também é um ato das trevas?

A Madrinha faleceu porque chegou o momento dela partir, e da melhor forma para que o espírito dela pudesse aprender o que tinha que aprender.

E se fosse assim, como você está pensando, Jesus morreu crucificado e açoitado, então ele não tem poder?

Mais ainda, o Mestre foi, conforme a Bíblia diz, bem enérgico e não usou meias palavras ao se deparar com os mercadores do Templo e com os fariseus.

Vou te fazer uma pergunta que o próprio Gideon me fez certa vez: Que tamanho tem DEUS na mente daqueles que temem as trevas? Porque eles acreditam em um DEUS com opositor!

Francisco: Mas o caso do Mestre foi só uma exceção, e em todo o Espiritismo, pode ler, não há casos de Seres de Luz desafiando as Trevas. Tratam-na com compaixão e respeito pela sua decisão. Mesmo não concordando com elas, eu respeito as trevas, não as desafio ou humilho.

Resposta: O apóstolo Paulo também afirmou muitas vezes: Em meio a lobos precisamos ser leões.

E fazer o Bem, não é desafiar o mal? Tirar drogados e viciados da vida que levam, não é retirá-los das trevas? Trevas são só ausência de Luz. Não podemos entronizá-la nem lhe conceder poder que não tem.

Não se acende velas para dois senhores o próprio Mestre ensinou. Como o Gideon ensina, não há meia luz, ou se está na luz ou fora dela; Não há meia fé, ou se tem fé ou não; Não há meias verdades, porque as meias verdades também são formadas por meias mentiras.

A verdade é que ou se está no espírito e na luz, ou se está no ego ou trevas. Acaso existe meia gravidez?

Percebo que você está tentando justificar a pessoa insegura, medrosa e sem fé que demonstra ser, com este seu ponto de vista de “viva e deixe viver”. Mas eu mesmo não respeito as trevas, respeito Deus, o Mestre, os Seres de Luz e a Luz. Respeito e Amo-os.

Francisco: O Gideon fica dizendo que é mestre, mas ele não se comporta como um mestre. A boca fala do que está cheio o coração. É só sentir e depois me diz. Não faz o que ele pede pra ver como ele vai reagir. Além disso ele ligou pra minha esposa e me ameaçou. E eu fui quase agredido pelo Jr lá na Fazenda.

Resposta: Francisco, nunca ouvi o Gideon se dizer mestre. Ao contrário, eu e todas as pessoas que lá frequentam, sempre ouvimos ele dizer várias vezes, que ali ele é apenas um simples enfermeiro espiritual. Que ele não é o dono da Obra, o dono é o Mestre Jesus. Que ali ele é o menorzinho de todos. Até nos discursos dele que se pode ouvir na Internet, ele também fala assim.

Francisco: Mas eu já ouvi ele dizer que ele é o mestre.

Resposta: Você e quem mais? Lá frequenta milhares de pessoas, e é só você que diz ter ouvido isto!
Francisco, vou dizer de novo, basta ouvir as palestras do Gideon, que muito ao contrário, ele se diz no máximo um bom professor aqui na Terra, pois Mestre espiritualmente falando, é só o Mestre Jesus.

Francisco: E o xamanismo não é o que o Gideon tá pregando, não existe padrinho no xamanismo…

Resposta: O que é xamanismo pra você? Qual sua definição? Tem a definição no dicionário, tem a definição acadêmica e antropológica, e tem a daqueles que praticam.

Xamanismo é integração, é universalismo. Em cada lugar do mundo ele é único em suas especificidades locais, culturais e tradicionais, e, ao mesmo tempo é o mesmo que todos os locais, nos elementos que os unem como integração, flexibilidade em aderir novos elementos.

No xamanismo de Castaneda existem elementos que não existem no xamanismo siberiano, que não existem no africano, no oriental, no Lakota, no sul americano, no Inca.

Qual o legitimo? Qual o correto?

Todos estão corretos. Todos são legítimos.

No cristianismo não existiu o Daime, e agora existe. É invalido o novo cristianismo?

No xamanismo que o Gideon ensina com maestria divina e pratica, agora tem padrinho e madrinha. Ele adaptou o xamanismo às necessidades do momento, tanto que as pessoas amaram isto.

Como o Gideon sempre diz: Ocupar a posição de Xamã ou de Padrinho, não é importante. O importante é ser xamã ou padrinho em espírito e verdade, e não mais um embuste do ego como aqueles xamãs e padrinhos que são drogados e viciados e que gostam muito é da tua carteira e conta corrente sempre.

O Gideon adotou o apadrinhamento, quem pode desautorizar? Ninguém. É o sincretismo. Já foi feito e ainda continuará. É a tendência.

Francisco: O Mestre Jesus abandonou a fazenda e as egrégoras foram quebradas, isso por causa, principalmente, do Gideon estar desafiando as trevas e não ter Amor no coração. E pode escrever: “A fazenda vai acabar até o final de dezembro de 2006.”

Resposta: Francisco, o que você está profetizando é uma acusação muito séria, e se você estiver certo a fazenda acaba no final desse ano.

Já que o Mestre Jesus não está mais lá, segundo você está afirmando profeticamente, a fazenda daqui para o final do ano (2006) não poderá ter nenhuma prosperidade ou crescimento, seja material ou espiritual, porque sem o Mestre Jesus não haverá mais bençãos e nem mesmo mais curas, como a que você mesmo me contou um vez que alcançou na fazenda, e as pessoas não receberão mais nenhum tipo de bençãos, aliás, todas as benção que tem recebido até agora.

O Paulo zan de Sp, que sempre conversa contigo, também profetizou a mesma coisa.

No velório da Madrinha, você as escondidas disse estas profecias pra muita gente também e agora a repete de novo pra mim.

Minha resposta a você Francisco é: Vamos observar Francisco, o tempo mostrará claramente com quem está a verdade e a luz e com quem está o ego inflado e trevas!
Já estamos na metade do ano. Dezembro não demora chegar.

Porque se o Céu Nossa Senhora da Conceição continuar a existir e a crescer como tem crescido, as pessoas em grande quantidade continuarem se curando e encontrando libertação de si mesmo, como vem acontecendo desde o início até agora, vai ficar 100% evidente para mim e para todas aquelas outras pessoas que você, Francisco de Santos, que mora de favor nos fundo de um centro espírita e que está desempregado faz oito anos, mais o Paulo zan de São Paulo que profetizaram a queda da fazenda no máximo até dezembro de 2006, que todas essas acusações eram apenas uma invenção da suas cabeças. Que vocês dois possuem apenas uma tremenda inveja do Gideon e que são vítimas de um ego muito inflado.

O final deste ano está logo aí e veremos se a fazenda acaba, Francisco.

Então ele respondeu:

Francisco: Se não acabar esse ano, acaba daqui a 02, 05 ou 10 anos. Mas um dia a fazenda vai acabar.

Resposta: Mas que resposta é esta Francisco? Até o Sol que tem 5 bilhões de anos um dia vai acabar. Nunca ouvir falar da lei da impermanência, que a tudo rege?
E ainda conforme a resposta que acabou de dar: Como fica agora o que você e o Paulo zan profetizaram?

Você mesmo foi quem profetizou afirmações graves e agora que eu lhe prenso você demonstra abertamente que não crê nas suas próprias palavras?

[1] As terras foram adquiridas em junho de 2003, e não havia qualquer construção no local, nem mesmo rede elétrica, e a estrada de terra estava mal conservada.

Veja Também

Biografia da Organizadora

Gláucia M. Arná nasceu em São Paulo, capital, em 24 de novembro de 1984. Desde …