Viver de Luz – A Resposta do SER ao Sistema do Ter

Faz só seis anos que eu e minha amada Genecilda começamos uma obra de compaixão pela humanidade aqui na terra que é o Céu Nossa Senhora da Conceição, onde fizemos tudo com os recursos que ajuntamos por uma vida toda. Então através do Céu N.S. Conceição outras obras de compaixão pela humanidade vieram, que são os institutos ir+ mãos em centenas pelo Brasil. Os padrinhos ir + mãos também construíram seus núcleos de luz com os próprios recursos. Agora é chegado o momento de toda esta tribo junta, unida em um só corpo construir uma obra de compaixão a nível planetário. Sei que posso contar com os padrinhos e madrinhas, mas pretendo também poder contar com os fiscais e afilhados. Assim podermos iniciar esta obra da forma que precisa ser desde o início. Ministrar o viver de luz para 50 ou 100 pessoas por vez como já sugeriram, não é o caminho porque isto não atende as necessidades do momento. Simplesmente “SEI” que será necessário que estejam comigo 20 mil pessoas verdadeiramente na luz e de luz, para só depois poder afrontar o sistema capitalista que hoje reina no mundo. Somente a partir destes 20 mil é que poderá acontecer o início do fim das entidades financeiras, do comércio das industrias farmacêuticas, alimentícias. Este número de 20 mil marcará o momento de testificar a nível mundial que todo ser humano já nasceu plenamente capacitado a viver bem sem precisar comer ou beber, que já nasceu plenamente capacitado a viver do prana e do fóton e que a partir disto não se adoece ou envelhece.

O povo do ter ao longo da história tem enviado uma mensagem a nós o povo do SER, dizendo que eles podem tudo, dizendo que eles tomam pela força tudo aquilo que desejam, dizendo que são supremos, soberanos, invictos e invencíveis. Que todo homem tem que trabalhar e se formar naquilo que rende mais e não naquilo que sente no seu coração. Que bom é o que é útil ao sistema e não o que ama.

Mas é chegado o momento da nova era e nós do SER através das 20 mil testificações do viver de luz enviaremos ao ter uma resposta de volta. Que todo homem tem direito a ser feliz e eram livres quando nasceram.

Que peguem todo seus podres valores com os quais escravizam a humanidade, o sistema capitalista que criaram, toda a tecnologia que desvia o homem do aqui e do agora, todo seu papel moeda, bolsa de valores, suas posições sociais, seus títulos, novelas e big broders e que os levem juntos para o lodo onde escolheram viver. Porque este mundo é o nosso mundo e não mais aceitaremos conviver com esta sujeira. Que finalmente chegou o momento de reagirmos demonstrando que o sistema criado pelo ter é fraco e pode ser facilmente destruído.
O pior escravo é aquele escravo que pensa que é livre. É isto que faz o sistema do ter. Ele cria a ilusão de uma humanidade livre e abastada sendo que na verdade escraviza os homens pela ameaça de miséria. Mas juntos podemos desbancar este sistema, juntos podemos por fim a este sistema que faz a humanidade sofrer. Juntos podemos mostrar ao mundo como já disse: Que todo homem tem direito a ser feliz e eram livres quando nasceram. Que usem seus cabrestos em si mesmos, mas não mais em nós povo do SER. Cabrestos é coisa que se põe em burros e jumentos, não se põe cabresto em homens!
A história ensina que na Normandia houve o dia D onde diversos países juntos numa ação militar única deram início ao fim aos intentos de um tirano. Após estes 20 mil vivendo de luz daremos inicio ao dia Z. É o dia em que o sistema do ter inicia sua queda para extinção.
O sistema atual não terá a menor defesa se quer contra o que faremos que aconteça, a estratégia que usaremos, pois simplesmente entregaremos ao mundo uma água que mata a sede eternamente, um alimento que mata a fome pela eternidade, uma saúde que jamais se extingue, a prova viva de que todo homem pode ser um SER integrado à natureza. Com a humanidade alcançando esta auto-suficiência, com a maior parte dos homens não mais precisando se manter dentro do sistema para garantir o sustento seu e de sua família, que cabresto restará ao sistema para lhe por? Nenhum! Você se tornou um ser livre e agora poderá realizar somente aquilo que sente em seu coração e não mais irá se sujeitar aos ditames do governo tacanho do ter. Agora você se tornou independente, se tornou um SER livre. Agora você será bom porque ama e não porque ganha mais. Os homens poderão se dedicar à arte, ao teatro, á musica e a tudo aquilo que resulta em crescimento espiritual. Veremos muitos ex-empresários, ex-bancários, ex-escriturários, ex-engenheiros, ex-médicos e ainda outros ex, agora felizes plantando flores. Bois e porcos voltarão a ser animais exóticos de uma chácara e as grandes áreas de pastagens se tornarão florestas. É xeque mate queridos!

Compartilhar

Veja Também

Biografia da Organizadora

Gláucia M. Arná nasceu em São Paulo, capital, em 24 de novembro de 1984. Desde …