Capítulo V – Verdades que você precisa saber

Graças a uma lei recentemente aprovada, agora se tornou quase impossível retirar as drogas de dentro do SANTO DAIME. Quase impossível devolver o SANTO DAIME à originalidade e à seriedade da forma em que ele foi entregue ao mestre Irineu. O povo sempre tem o governo que merece, isso é uma verdade. Quiseram assim, assim aconteceu.

Dois terços da população do planeta cairá durante a colheita universal devido às muitas formas de manifestação do apego. O apego é a grande provação de todos que encarnam neste planeta. Ao menos metade desses dois terços cairá pelo apego materializado no vício em drogas. O vício em drogas é a mais intensa forma da manifestação do apego dos dias de hoje. Então, a lei recém aprovada, que abranda muito a situação do usuário, em nada me surpreendeu. Entristeceu, sim, mas não surpreendeu.

Uma triste sina dentro do celeiro do mundo está por vir. E esse a povo enxergara tarde demais. Durante um trabalho de consciência ampliada que fiz em meio aos pinheiros, derramei lágrimas de encher minha botina. Foi um choro sentido pela escolha que fizeram. Enxergo longe, triste foi essa escolha dentro do celeiro do mundo. Mas esta lei será revertida no futuro, graças ao peso político que este movimento de luz está alcançando.

As drogas são um dos principais manjares da matéria e da freqüência grosseira. E exatamente esse manjar está sendo entregue à humanidade agora. Assim, aqueles que estão ainda em cima do muro, não resistindo a esse manjar, irão se decidir. Uma coisa é certa: Deus não julga e não condena. O homem julga a si próprio. São as suas atitudes que decidem o que é joio e o que é trigo. O manjar da luz também será entregue à humanidade e isto acontecerá aqui no celeiro do mundo. Podem aguardar, sei bem o que digo. Cada homem optará o lado que deseja ficar, assim joio e trigo se separam naturalmente. Nesse dia não haverá o famoso jeitinho e cada um responderá por si, segundo seus feitos e suas obras. E então vocês verão o quanto eram verdadeiros os meus ensinamentos e quão grande foi meu amor por vocês. Tudo fiz para alertá-los.

De minha parte e da parte do Céu Nossa Senhora da Conceição, continuaremos a distribuir gratuitamente mudas de jagube e chacrona em centenas de milhares, como já temos feito. Também continuaremos abertos aos milhares pontos de luz que não visam qualquer forma de lucro e não se misturam com as drogas. Pontos de luz irmãos do CNSC que também caminham com a mesma seriedade e nobreza do mestre Raimundo Irineu Serra. A honra é algo que você precisa conquistar por si próprio. De que vale falar das glórias de seu avô, se você mesmo não conquistou nenhuma?

Paz e amor com muita droga é apenas ilusão e não lhe trarão honra! Saiba que a luz engrandece ainda mais aqueles que buscam a honra e se esforçam por conquistá-la. A honra provém do amor como a luz provém do sol. A nobreza está na alma e a honra está na bondade. Onde está a honra e a caridade daqueles que ajudam a disseminar os vícios? Onde está a nobreza daquele que busca a ilusão das drogas?

Firmeza e ponderação acompanham a nobreza do espírito. Então, é sábio tê-las por companheiras. Você, que ambiciona a fama e o engrandecimento, e para alcançá-los escolheu o movimento das drogas e a sua liberação, por este assunto atrair a tantos, verá que com o tempo toda a verdade virá à tona e a repulsa estará no semblante daqueles que se lembrarem de você. O ambicioso sabe ser dissimulado e se aprimora na arte de enganar. Assim, por algum tempo, será bem visto nas multidões. Mas a ambição está presente em todos os homens, pois ela faz parte da natureza humana. Bem ou mal conduzida, será uma bênção ou uma maldição.

Tolo é aquele que vive na ambição e despreza a modéstia. É como tentar matar a sede bebendo água do mar. A ambição vive na alma do traidor e a hipocrisia o acompanha todos os dias. Com atos calculistas seguidos por palavras macias, distribui seu veneno àqueles que lhe derem ouvidos. Em busca dos aplausos que ambiciona, promove a apologia daquilo que prejudicará milhões. Despreza o karma pesado que adquire com isso, como se pudesse escapar das leis da justiça do alto. Mas esteja certo: antes da benevolência vem a justiça.

Quem anda na luz almeja as virtudes do espírito e despreza a fama que a ambição deseja. Quem vive o amor incondicional não anda à procura de aplausos, então jamais se ofende. Não há vitória senão no amor incondicional e no desapego que dele resulta. Quanto maior o amor incondicional, menor será a necessidade de aplausos, Contudo, maior a luz que irá irradiar e maior a honraria que irá receber pelos méritos conquistados.

Nesta minha jornada, vi inúmeras pessoas encararem o daime apenas como uma fonte de renda, desprezando a santidade que nele habita. Desprezando que daime e droga são coisas bem diferentes. Desprezando, inclusive, a gigantesca diferença entre nosso sóbrio e luzente mestre Irineu e Sebastião Mota de Melo, que trouxe as drogas, que tanto usava, e o comércio para dentro do SANTO DAIME. Vi pessoas que, se intitulando padrinhos de igrejas daimistas, se mantiveram como políticos, acendendo velas para dois senhores na tentativa de serem bem vistos por todos, sem sequer se importar com o que é certo e o que é errado diante das leis de Deus. Como esperam receber as bênçãos da luz se, até no pouco que receberam, demonstraram ser infiéis? Quem é infiel no pouco também será infiel no muito! Fiquei triste ao ver um desses padrinhos de igreja daimista afundar como um martelo sem cabo. Tanto o alertei que adiante das leis do Criador não existe a tal da diplomacia, mas apenas o correto. Se ele tivesse ouvido meus avisos, a luz do Senhor não teria se afastado dele.

Eu e minha falecida esposa Genecilda jamais nos vendemos ou arredamos os pés daquilo que é verdadeiro. Sempre nos mantivemos firmes nos ensinamentos da mãe divina, nos ensinamentos espirituais do astral superior. Posso, sim, afirmar em voz alta: “Eu honrei os grandes mestres, com ações e firmeza e me sinto honrado por ter feito isso”. É pelo carinho da madrinha e pelos ensinamentos do padrinho que o CNSC tem hoje dezenas de milhares de filhos adotivos. Houve a passagem da madrinha e nem mesmo a viuvez alterou essa situação.

Minha parte eu fiz bem feita. Tenho passado com muita clareza os ensinamentos que vêm do alto e nada tenho pedido em troca. Tenho dado vivo exemplo de amor incondicional e sobriedade espiritual. Tenho demonstrado firmeza de caráter e a coragem espiritual de um filho da luz por fazer aquilo que é certo, apenas por ser o certo, sem olhar se vai agradar a fulano ou a sicrano e, decididamente, recusando tudo aquilo que é meio certo, porque o meio certo é também meio errado. Na luz nada pode ser manchado.

Compartilhar

Veja Também

TRAGÉDIA POR MEMBRO DA SEITA “SANTO DAIME” – Jornal A Gazeta

TRAGÉDIA POR MEMBRO DA SEITA “SANTO DAIME” Data: 07 de Janeiro de 2004 às 16:47:31 …