Capítulo X – Como fazer ayahuasca ou daime

Para uma ayahuasca de primeiro grau, você usa um saco de farinha (desses de padaria) de jagube e 1/2 saco de folhas, sendo a proporção dois para um. Prepare uma panela de mais ou menos 70 litros, sendo a primeira camada de jagube e a outra de folhas, sucessivamente, totalizando 4 camadas de jagube e 3 de folhas. Note que as folhas devem ficar entre o jagube. Faça 4 cozimentos, em 4 panelas, com fogo de fornalha ou de fogão de alta pressão. O elemento fogo é muito importante para a ayahuasca pegar força, senão fica aquela ayahuasca crua sem força nem luz ou com força e luz que duram pouco.
Depois, junte todos os cozimentos. Tire 30 litros da primeira panela, 15 litros da segunda, 10 litros da terceira e 5 da última. Pegue esses 60 litros e monte outra panela, reduzindo tudo isso a 20 litros apenas, sempre terminando um processo de feitio, retirando e colocando o cozimento sucessivamente por 4 vezes. Quando a mistura virar o vinho das almas, ela formará um tipo de verniz e terá cheiro de melado. Os verdadeiros feitores, que possuem a consciência de que nada mais são do que instrumentos do poder superior, sabem bem o “ponto de luz” do vinho das almas, pois, quando ele fica pronto tudo fica cintilante, mágico e maravilhoso. Aí é tirar e ter o vinho de primeiro grau.

Abstenha-se do sexo por 3 dias antes e 3 depois. Dobre seus joelhos em nome do mestre Jesus, ore ao Grande Espírito e lhe entregue o feitio em mãos. Escolha um bom jagube, de no mínimo sete anos e que já tenha florescido. Dizem que a ayahuasca de rama dá certo e dá mesmo, mas não tem a mesma força de um jagube maduro. Quanto à folha use a folha de rainha ou chacrona “cabocla”, pois a orelha-de-onça dá ânsia de vômito, o que muitos ainda acham que é limpeza espiritual, mas, na verdade, é uma reação química no organismo. Evite um feitio com tagarelices e palpites. Ouça hinos que não idolatram falsas divindades e que não elogiem drogas como, por exemplo, a santa maria (maconha).

O irmão Irineu Serra fazia somente ayahuasca de primeiro grau e retirava somente 12 litros por saco, mas como os tempos mudaram, eu sou a favor de utilizar bem o material… Naquele tempo, cipó era praga de quintal.

 

Vinho das almas mais apurado

 

Normal ou de primeiro grau

Use um saco de jagube e 1/2 saco de folha, sendo 4 camadas de jagube e 3 de folhas (entres as camadas colocar 2 de pó de jagube) para 60 litros de cozimento (repassado várias vezes). Reduza para 10 litros.

 

Concentrado:

pegar 30 litros de cozimento mais 30 litros de ayahuasca de primeiro grau e reduzir para 20 litros.

 

Dobrado:

60 litros de ayahuasca mais 1 saco de jagube e 1/2 saco de folha. Reduzir para 30 litros.

 

Apurado

Apure 60 litros de ayahuasca de primeiro grau mais 30 litros de cozimento de primeira e segunda passadas em 1/2 saco de jagube e 1 saco de folha. Quando levantar fervura, apure por 2 horas e reduza para 15 litros.

 

Mel

Cozinhe 1/2 saco de rainha em 60 litros de água. Quando estiver bem cozida em 40 litros, entre com 20 litros de ayahuasca de primeiro grau. Durante uma hora ou mais, reduza para 6 litros.

Veja Também

TRAGÉDIA POR MEMBRO DA SEITA “SANTO DAIME” – Jornal A Gazeta

TRAGÉDIA POR MEMBRO DA SEITA “SANTO DAIME” Data: 07 de Janeiro de 2004 às 16:47:31 …