Capítulo XII – Quem está preparado para ser Padrinho e Madrinha

Quem está preparado para abrir seu ponto de luz, ser o padrinho e a madrinha de sua própria igrejinha de luz… Acaso já se perguntaram isso?

Para ajudar a quem está se afogando, primeiro precisa saber nadar ou corre o risco de se afogar junto! Não se iludam, meus amados, estar à frente de uma obra de luz exige grande responsabilidade, dedicação, esforço e muita autodisciplina. Dar trabalhos de luz sem que se ande na luz, é ilusão pura. Cego guiando cego, ambos caem no precipício! Reflitam com sinceridade sobre as perguntas que faço agora aos aspirantes a padrinho e madrinha de seus próprios pontos luz:

. Como anda sua compaixão? Porque o homem sem compaixão é como a candeeiro sem óleo…

. Acaso tem dobrado seus joelhos a Deus em nome do mestre Jesus ao menos três vezes ao dia? Porque a oração ao grande espírito é feita de joelhos postada ao chão com humildade, em nome do Senhor Jesus, é o óleo que mantém a luz do candeeiro!

. Tem refreado sua língua? Porque o insensato fala a esmo e se embaraça na própria língua. Que condição tem um homem de aconselhar e mostrar o caminho a ser seguido por outros se nem domina a própria boca? Saiba que nada que entra pela sua boca pode contaminá-lo, mas somente o que sai dela!

. E o objetivo que o leva ao desejo de abrir seu próprio ponto de luz: altruísmo ou egoísmo?

. Acaso não tem olhado com desejo o status que paira sobre o padrinho e a madrinha de uma obra, se esquecendo da grande responsabilidade que eles assumiram com Deus?

Obteve-se a confiança de Deus, mas permitiu em seu coração que a ambição falasse mais alto que o altruísmo, o raciocínio mais alto que o espírito, o desejo da carne mais alto que o dever para com a luz, a fúria mais alta que a compaixão, o vício maior que sua vontade, o “ter” mais alto que o “ser”, saiba traiu a si próprio e traiu o Deus que habita em você! De que adianta dizer que lê uma passagem da Bíblia todas as manhãs, e o restante do dia fica a meditar no que leu, se ao realizar um trabalho espiritual o faz cobrando com lucro?

De que adianta você tanto falar de paz e das leis universais se quando olham as suas ações percebem que você é apenas um viciado em drogas como a maconha, por exemplo? É pelo fruto que se conhece a árvore e tais obras revelam claramente quem você é de fato!

Como vai sua sinceridade ao menos consigo próprio? Por que você afirma ser o m daimista? Saiba que a mentira é o espinho que mais fundo se crava na alma do homem! Porque se veio ao daime em busca de amor, paz, luz e crescimento espiritual para si mesmo e para os que lhe cercam, então aleluia! Veio ao lugar certo, sim, Deus será consigo e prosperará em todos os sentidos! Ou será que tem vindo para o daime para curtir um “barato e viagens” que droga alguma pode dar?

Lamentável, irmão, o vinho das almas não é droga e só vale para quem deseja crescer! Ele é divino e o faz crescer. Enxerga você além da máscara zen que tenta mostrar, veja com clareza seus impulsos primitivos e a língua ferina que ainda cultua. Um viciado e um insensato andam na mesma canga. Ambos se encontram desqualificados adiante da luz, então como poderiam liderar um povo? Bons frutos não provêm de má árvore, o mestre ensinou!

Veja aqui mesmo no CNSC, achar que aqui parece um quartel militar por impedirmos a sua rebeldia persistente de após tomar o vinho das almas querer permanecer fora da igreja e dos rituais, ir passear no platô ou achar que a sua vontade é que deve prevalecer durante os trabalhos, como a de fumar e pitar maconha, ficar conversando alto e outras coisas erradas, mesmo contrariando as normas de luz desta igreja daqui, são atitudes que representam a ignorância sombria que ainda está dentro de si, saiba disso!

Daqui mesmo de nosso céu sagrado: reconheça de coração o grande esforço e o suor derramado, que aqui acontecem todos os dias para que as obras, plantios e prioridades sejam realizados. Ou, sem nada fazendo a favor, tem simplesmente criticado e julgado pelo seu ego e ignorância, sem nem ao menos se dar conta de que ainda desconhece as prioridades que nos são passadas do Alto? Quem não ajunta espalha, e são as suas obras e palavras que demonstrarão isso, padrinho ou madrinha de uma obra. Sacrificado, não é?

Como vai seu agradecimento a Deus após receber as bênçãos que desejava, se manteve no caminho da luz de Jesus? Olhando com sinceridade as atitudes que vem tendo e o refrão constante de sua língua, saberá! Até para ser fraco no caminho da luz, há limites. Errar é muito humano e por isso Deus muito perdoa. Mas errar sempre o mesmo erro é se afirmar nas sombras, é recusar a luz, é deixar claro o caminho que escolheu trilhar!

De que adianta vir aos trabalhos de luz daqui, me dizer mentiras quando fala que largou as drogas, a mentira e a falsidade, a língua ferina e a maldade, que anda agora na luz, se após os trabalhos suas atitudes mostram claramente que ainda insiste em errar diante da luz? Embora sejam poucos, ainda há alguns fazem isso! Aprendam a lição que nos dá a toupeira, porque ela anda na escuridão pensando estar segura, mas por engano sai para a luz com lama sobre sua cabeça. Então o dedo do ridículo lhe aponta.

Como dizer que continua freqüentando as falsas igrejas de daime mas que não compactua com o joio? Ora, diga-me com quem tu andas que lhe direi quem és… ressaltou o Mestre Jesus! Canarinho que anda com morcegos dorme de cabeça para baixo e quem anda com porcos aprende a comer lavagem, ressalto eu!

Você conhece verdadeiras obras de luz? Eu conheço algumas! Dou meus parabéns ao Alto Santo, a Barquinha, a União do Vegetal, fundada com muita sabedoria pelo irmão Gabriel, que é de muita luz e que gosto muito. Parabenizo a todas as igrejas independentes daimistas sérias e de luz porque combatem as drogas e evitam lucros com os trabalhos espirituais, tal qual ensinou o nosso estimado irmão Raimundo Irineu Serra. Estas igrejas que acabei de citar são igrejas sérias e de luz, fazem jus à divindade do dai me ou vegetal. Há muitas falsas igrejas daimista. Na verdade, a grande maioria delas são falsas e enganadoras, visam o lucro financeiro e trabalham de modo a enfraquecer o espírito de quem lá freqüenta. Citam o nome de irmãos sérios e de luz como o irmão Irineu Serra e até fotos dele colocam nos cultos que fazem, mas em verdade maculam com drogas, como a maconha, a divindade do daime. Esses são como sepulcros caiados, que embora bonitos por fora escondem a podridão do lado de dentro. Mas os karmas que adquirem são terríveis e crescem a cada um que eles encaminham para o vício e para as drogas. Que alto preço lhes será cobrado, padrinhos e madrinhas dessas falsas igrejas. O plantio é de sua livre escolha, mas a colheita do que plantou é obrigatória!

Com falso pretexto de que santa maria não é maconha e santa clara não é cocaína, se drogam e são viciados agora. Insistem neste vício mórbido e ainda levam para o abismo que se encontram outros que por engano ou fraqueza lhes procuram para ter ajuda. Naquele dia, falso padrinho irá preferir a punição de 1000 foragidos da justiça do que encarar o seu próprio karma. Assumir um trabalho de luz, com a luz e pela luz é uma decisão difícil, exige muita disposição, altruísmo e coragem. Mas vale a pena, queridos, pois enquanto forem fiéis à luz suas bênçãos serão muitas, aonde colocar sua mão o mestre colocará a dele. O que disser, será.

De minha parte, eu, Gideon dos Lakotas, que carrego no coração o selo de meu Senhor Jesus, tudo farei para auxiliar os novos padrinhos e madrinhas das novas igrejas a serem construídas. Nada pedirei ou cobrarei de vocês, porque vivemos o limar incondicional. Nosso Único desejo é que vocês vivam a luz, espalhem a luz, derramem a luz. Nos sentimos realizados em ver vocês realizados, se vocês estão felizes, também ficamos felizes! Não há necessidade nenhuma de serem filial daqui, pois o vínculo que nos unirá é o vínculo de sermos servos da luz, é o vínculo de aspirarmos por um mundo bem melhor, o que nos manterá unidos é o vínculo da luz do mestre Jesus, dentro de nossos corações. Portanto, queridos, usem o bom senso espiritual e o amor de vossos corações e escolham a denominação de

seu ponto de luz! Uma obra de luz provém de Deus, que diferença faz que nome lhe dá? Tenham plena certeza de que para os que forem fiéis a luz, oferecemos:

. O vinho das almas que precisarem para seus rituais, ao preço de custo/despesa apenas e ainda parcelado se preciso for;

. Apoio judicial para a legalização de seus pontos de luz;

. Acervo musical que necessitarão, compartilharei o que tenho;

. Em qualquer problema que por ventura possam passar, estaremos sempre aqui para o que possível for.

Mas lembrando a você, que é você o responsável pela sua igreja, sendo assim podemos no máximo auxiliar você em algum problema que possa estar passando, mas essa cruz é a sua e o que fizer ou se passar em sua igreja é sua responsabilidade, portanto, pés no chão! Temos por objetivo tornar as novas igrejas de luz 100% independentes.

Para os novos padrinhos e madrinhas das novas igrejas eu digo o seguinte: amados (as), vale a pena seguirem na trilha da luz, vale a pena assumir e ser fiel aos compromissos vindos da luz. Suas bênçãos serão inúmeras e fartas. Mas lembrem-se novos padrinhos e madrinhas:

. Jamais façam comércio com as plantas de poder ou com o vinho das almas;

. O que recebestes de graça também dê de graça, ensinou o Senhor Jesus;

. Repasse apenas o custo / despesa do vinho usado, aos participantes, tal qual tenho dado o exemplo;

. O vinho das almas é uma ferramenta divina, portanto macular, vilipendiar, desrespeitar este vinho divino e sagrado, misturando ele com drogas, álcool e outras coisas, é desrespeitar a divindade.

Eu pergunto: você está mesmo preparado? A resposta sendo sim, estou aqui!

Compartilhar

Veja Também

TRAGÉDIA POR MEMBRO DA SEITA “SANTO DAIME” – Jornal A Gazeta

TRAGÉDIA POR MEMBRO DA SEITA “SANTO DAIME” Data: 07 de Janeiro de 2004 às 16:47:31 …