Afirmo sobre Chico Xavier

– Que foi muito simples e tudo que queria era ser amado por todos, até porque foi muito rejeitado e judiado em sua infância. Foi o maior propagador do espiritismo, doando, segundo a mídia, toda renda obtida pelos livros que escreveu à Federação Espírita. Mas quase tudo que escreveu, hoje é severamente contestado por diversos intelectuais e mesmo por inúmeros espíritas como possível evidência de plágio e não de psicografia. Por exemplo, cito o livro escrito pelo reverendo inglês George Vale de Owen nascido na Inglaterra em 1869 e que a partir de 1913 apresentou-se como médium e psicografou mais tarde o livro “A Vida Além do Véu”. Chega a ser constrangedora a similaridade do livro do reverendo George com o livro Nosso Lar de Chico Xavier, principalmente para os que acreditavam de corpo e alma na mediunidade de Chico.

Deixarei no final deste livro diversos artigos e matérias que demonstram tais fatos, inclusive a matéria do Sr. Eduardo José Biasetto, um simpatizante da doutrina espírita por décadas.

– Que o escritor Monteiro Lobato, homem além de seu tempo, prevendo que após sua morte tentariam envolvê-lo nas tais comunicações mediúnicas, pois havia se tornado famoso como celebridade nacional, escreveu senhas quando ainda vivo que vieram literalmente a desmascarar a mediunidade e psicografia de Chico Xavier. Monteiro Lobato deixou dois envelopes lacrados que continham senhas e as entregou uma à sua amiga Dona Ruth Fontoura, e a outra ao seu grande amigo juiz e também escritor Dr. José Godofredo de Moura Rangel, de Três Pontas MG. Monteiro Lobato veio a falecer de derrame em 1948. Mais tarde, Chico Xavier declarou estar psicografando mensagens do escritor Monteiro Lobato, e foi aí que o Dr. Juiz Rangel cumpriu o combinado pondo totalmente por terra a farsa de Chico Xavier. Ao final do livro se encontra as reportagens do fato ocorrido.

– Que escreveu livros com afirmações fantásticas e fascinantes, os quais a própria evolução científica veio a provar serem somente fruto de muita imaginação, criatividade, ficção científica. Tanto que Chico Xavier em seu livro psicografado “Cartas de uma morta”, descreve lindamente como é a vida e a sociedade dos planetas Saturno e Marte; Lagos, oceanos; Arquitetura de construções, seus meios de transporte fascinantes e bem mais evoluídos que os da Terra! Contudo, a ciência evoluiu, e as descrições psicografadas por Chico não condiziam com as constatações científicas de anos após. Construímos e lançamos ao espaço a partir de 1978, satélites poderosos como o IUE (International Ultraviolet Explorer) que permitiu à humanidade acessar tamanha gama de informações que mudaram a nossa visão do cosmo, inclusive de nossos planetas vizinhos. Depois, em 1990 veio o Hubble Space Telescope com mais tecnologia e aperfeiçoamento revelando com extremo detalhe nosso sistema solar e além dele. E como queda absoluta e prova irrefutável da farsa psicográfica de Chico Xavier, pousamos, até o momento presente, cerca de 11 sondas em Marte, sendo que muitas delas têm grande capacidade de se locomover percorrendo grandes distâncias. São muitos anos de dados científicos sendo enviados todos os dias à Terra. Marte, hoje, 2014, não é mais um mito a se desvendar para a humanidade tal qual era em 1935, quando Chico Xavier descreveu o planeta no tal livro.  Hoje se sabe com total certeza científica de que na superfície de marte não há oceanos, nem florestas, nem lagos, nem gramas e vastas pradarias, nem habitações e sociedades. Como você enxerga isso, querido? Precisamos ver sempre o que há para ser visto, sem véus, sem máscaras, para não ficarmos presos em ilusões.

– O espirito Emmanuel que segundo o próprio Chico Xavier, quando encarnado foi um Senador Romano da época de Cristo, e que o acompanhava, é 100% uma invenção ou forjação mental do Chico. Roma na época de Cristo tinha como língua oficial o Latim, tanto que a sigla SPQR (Senatus Populus que Romanus) estava presente em todos os estandartes das tropas romanas. Mas o padre Quevedo, parapsicólogo experimentado, conversou em Latim com Chico/Emmanuel, e o mesmo ficou mudo, nada respondeu, simplesmente porque Chico Xavier desconhecia latim! Emmanuel conversar em português, é compreensível, poderia ter aprendido. Mas como um espírito altamente evoluído não sabe conversar em latim, sua língua de origem…!?
Que crédito você daria a uma pessoa que afirmasse ser um senador brasileiro, mas que não fala português?

– Que em 1935 quando Chico escreveu o livro “Cartas de uma Morta”, a crença coletiva sobre o planeta Marte era a de que continha vastos mares e vegetação devido ao astrônomo italiano Giovanni Schiaparelli, em 1877, após muita observação pelos meios precários da época, ter publicado o primeiro mapa detalhado da superfície de Marte onde apresentava canais, e lhes deram inclusive os nomes de grandes rios daqui da Terra. Chico Xavier simplesmente descreveu em 1935 como se fosse psicografia aquilo que  conhecia segundo a crença mundial da época, mas que após os anos 1978 o próprio avanço técnico científico, constatou que os canais de Giovanni eram apenas ilusões de ótica. Agora pergunto a você como fica a mediunidade psicográfica de Chico Xavier?

– Que Chico Xavier não atingiu a iluminação e nem mesmo os planos espirituais da luz, é uma certeza, por mais que isso possa te chatear, esta é a mais pura verdade. Carismático e meigo sim, mas despertado e/ou iluminado, não! Chico Xavier estava ainda muito preso a conflitos de ordem sexual, tanto que era homossexual. E aqui ressalvo com ênfase: Ser gay é somente uma questão de escolha e nada tem de vergonhoso nisso, não é certo e nem errado, não é bom e nem ruim, não é divino e nem satânico, é somente a escolha sexual que se fez. Mas não tem como acender velas para dois senhores, não tem como dizer que é uma alma de luz se sua prioridade ainda é o sexo, e isso foi o que a escolha feita por Chico Xavier mostra claramente. Se desapegar do sexo (vaidade) é uma escolha natural que fazem todas as mentes despertas antes da iluminação independente de ser homo ou hétero… Percebe agora que não se trata de julgamento, mas sim de ver o que tem para ser visto? Ser gay não é um estado espiritual ou superior a ser atingido pela humanidade buscadora, é simplesmente a escolha sexual que fez alguém. Afirmo em alta voz que não há espírito desperto e muito menos iluminado, que seja apegado a sexo… Simples assim! A humanidade espiritual da Terra, em seu amadurecimento está caminhando para a desistência das experiências que envolve sexo e tudo mais que é relativo e ilusório, pois está buscando pelas experiências mais elevadas do Ser, que são as que envolvem o Amor Incondicional e tudo mais que é Absoluto e Real.

– Que Chico Xavier detinha acentuada vaidade, tanto que tinha vergonha da calvície, usava perucas, fez implante, comenta-se na mídia que inclusive depilava as costas. O desapego é o principal propulsor para que um espírito alcance a iluminação, e no caso do Chico, um empecilho;

– Que Chico Xavier desconhecia o pós morte, desconhecia o plano espiritual, é real sim, tanto que temia a morte ao ponto de entrar em pânico, tal qual o fez publicamente ao achar que o avião em que estava, ia cair. Por fim o avião não caiu e como havia muitas outras pessoas que presenciaram a histeria do Chico, achou melhor contar ele próprio esta passagem como caso engraçado e até gostoso de ouvir, já que a notícia estava se espalhando. Mas o fato é que um espírito iluminado tem consciência do pós-morte, sabe o que vem após o desencarne e por isso não a teme. Quer saber, querido, por vezes uma alma iluminada chega mesmo é a desejar a morte, porque conhece as maravilhas dos planos espirituais e está cansada das diabruras que vem cometendo a humanidade. Não tem como se iluminar sem que antes tenha consciência dos planos espirituais… Fui bem claro agora!?

– Há fotos muito comprometedoras mostrando Chico Xavier com a conhecida charlatã Otília Diogo nas fraudes mediúnicas de materialização de espíritos e ectoplasma. Segundo as reportagens constatam, quando Otília foi flagrada e desmascarada, para que não chamassem a polícia, admitiu ser tudo truques de ilusionismo. Uma amostra do tal ectoplasma foi colhido e levado para análise, onde verificou-se ser simples pano de algodão desenhado. Um espírito iluminado agiria de outra forma, te dou toda certeza disso.
– Há vídeo do Sr. Valdo Vieira – o qual acompanhou Chico Xavier por anos a fio e depois se afastou – de que Chico e sua mediunidade era somente uma armação por parte de um grupo de pessoas, que Chico tinha em mãos informações da pessoa a ser atendida, antes de atendê-la. Que a quadrilha que fazia parte Chico Xavier, entregava-lhe antes do atendimento o dossiê da pessoa que seria atendida.
Lembrando que em 1971, Chico Xavier dizia estar psicografando já há ao menos 30 anos, e tinha 60 anos de idade. Infelizmente, em situações como estas, não tem como Chico Xavier estar somente na inocência da forjação mental de uma mente psiquicamente doente, mas sim de uma farsa devidamente planejada e executada com  o intuito de enganar e ludibriar pessoas para fins de interesses próprios, fossem dinheiro ou fossem reconhecimentos e aplausos.

Obs.: O fato é que as evidências que a globalização trouxe a tona e permitiu acesso fácil à população, pôs em cheque a pseudo mediunidade de Chico Xavier, e mais que isso, sua honestidade também. Ó céus, tenho bom coração e me esforcei em benefício da humanidade, mas poxa vida, como fui ingênuo…!

Sendo o Bhagavad-Gita também um livro oriundo de homens e não de Deus, que mostra um deus relativo, mesquinho, cheio de vontades, ofensivo, que ordena matanças, como ficam as verdades espirituais apregoadas pelas religiões hinduístas e de todos seus milhões de seguidores? Terminam por implantarem em seus seguidores o cabresto dos sentimentos da culpa e do medo.

O mesmo se aplica, embora numa escala menor, ao Kardecismo, que embora tenha aberto a mente da humanidade ocidental para uma realidade maior que é a vida após a morte, a reencarnação, também termina por implantar o cabresto dos sentimentos da culpa e do medo, bem como o vitimismo, em seus seguidores. Portanto, querido, percebe agora o quanto todas as religiões, igrejas e doutrinas de nossa época precisam urgentemente de reformas? Afirmo a você que 99% de todas as crenças religiosas, doutrinárias e espirituais de hoje, vão cair mediante as verdades da Nova Era, onde se revela um Deus que te AMA incondicionalmente querido e que por isso jamais castiga ou julga, um Deus sem opositores para te atormentar filho, um Deus que de fato Absoluto, Amor e Felicidade.

Mas com a queda de 99% de todas as crenças religiosas e igrejas atuais, o que você precisa saber na sua busca por Deus?

– Simples, precisa saber que: “Não há espaço na Nova Era para o deus mesquinho, hipócrita e relativo que apregoam as religiões, igrejas e doutrinas. Você, eu, todos nós, nascemos na qualidade de Templo Vivo de Deus. Voltando-se para dentro de si mesmo, o templo, com a devida disciplina e persistência, através da meditação, alcançará o silêncio pleno da mente e indubitavelmente terá o íntimo contato com o Divino”.

Contudo, afirmo em alta voz:

– Que Deus abençoe a Allan Kardec pela sua coragem, bom senso, dignidade, idoneidade, mente científica e capacidade de ação, as quais suplantam em mil contra um seus poucos equívocos que não foram mais que minúsculas manchas no imenso rastro de luz de Kardec. Foi ele quem trouxe à humanidade ocidental a realidade de uma vida consciente após a morte e precisou enfrentar e vencer uma verdadeira guerra contra a sociedade e igrejas da época. Apenas tenha o cuidado de compreender quais foram as limitações e falhas que tinha Allan Kardec, para que não venha a incorrer nos mesmos erros.

– Que Deus abençoe a Francisco Cândido Xavier, que embora comprovado que viveu envolto a fraudes, enganações, truques de mágica e mentiras, foi o maior escritor Romances imaginários e Ficção Espírita, cujo livros, segundo diz a mídia, venderam 50 milhões de exemplares dos 460 livros que escreveu, e doou os direitos autorais à Federação Espírita. Apenas tenha o cuidado de não o ter como referência de verdades espirituais a ser seguida, pois Chico Xavier, mesmo agora, outubro de 2014, já falecido, não é um espírito desperto e muito menos iluminado. Foi um ser que desejou ser reconhecido popularmente  como santo e que, através de muita imaginação, escreveu lindas Ficções Espíritas.

– Que Deus abençoe a Sai Baba, que mesmo tendo sido provado a farsa dos fenômenos que realizava, que se tratava somente de truques de ilusionismo, ele usou todo dinheiro que ajuntou para o bem da humanidade como construções de hospitais e auxilio de obras de caridade. Apenas tenha a prudência de não o ter como referência espiritual a ser seguida, pois assim como Chico, ele também não despertou ainda.

Chega a ser cômico ver as igrejas católica e protestante (evangélicas), com seus padres e pastores perseguirem ao Espiritismo expondo seus equívocos, ao passo que usam como argumento de verdade espiritual um outro equívoco chamado bíblia, que em 90% dela apregoa um deus tirano, hipócrita e mesquinho. E é bem sabido da mídia as mentiras e fraudes nos fenômenos de curas espirituais que acontecem nas igrejas. Assim como bem sabido da mídia também é o império econômico que são as igrejas católica e protestante (evangélicas). Mas pergunto a você:

Quantos asilos, orfanatos, casa de apoio à mãe solteira, obras verdadeiramente de caridade, você conhece que são mantidas de fato por estas igrejas que seguem a bíblia? Eu não conheço nenhuma que seja de fato mantida por elas!

Mas quantos asilos, orfanatos, casa de apoio a mãe solteira, obras verdadeiramente de caridade, você conhece que são mantidas pelos Kardecistas? Eu conheço inúmeras!

E o dinheiro que proporcionou a venda das Ficções Espíritas escrito por Chico Xavier com certeza deu maior lastro à Federação Espírita para promover mais obras de caridades e testificar que “a fé sem obras é fé morta!”

Concorda, querido, que contra fatos não há argumentos?

Compartilhar

Veja Também

INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SUPER INTERESSANTE

Nunca tinha procurado saber fosse o que fosse sobre um dos espíritas mais falados de …