Respostas de Inúmeras Pessoas – Questão 06

6 – Acredita na existência do bem e do mal? ( ) Sim (  ) Não – Por que desta sua resposta?

 

6 – M.N. – Não. Não acredito que existam forças opostas que permaneçam em disputa para ver quem domina o mundo e conquista os corações dos homens, ou exércitos inimigos em constante batalha, mas sim energias de polaridades diferentes, caminhos que levam a estados de Amor, Paz e Harmonia e outros que levam ao sentido oposto, escolhas que “levam” a Deus, ao Amor Incondicional e escolhas que não funcionam.

6 – M.R. – Não. Acredito que Deus é Absoluto, então não podem existir forças opostas como bem e mal. O ser humano muitas vezes escolhe praticar a maldade, ou seja, agir com egoísmo, desvalorizando o próximo, muitas vezes tratando a outros seres humanos como animais, tratando os animais e a natureza como objetos quaisquer e sem vida, prejudicando ecossistemas, o planeta e toda a humanidade. Mas essas maldades cometidas pelos seres humanos, são escolhas, não são o “mal”.

6 – D.T.S – Não, mas até 9 meses atrás eu acreditava. Quando você, Gideon, disse que o carma, o pecado e o mau, eram somente ilusões da mente, que nada disto era real, eu te achei doido, um surtado. Hoje não faz nem um ano que pratico diariamente a meditação e compreendo claramente tudo aquilo que você dizia. Não, não há como existir o bem e o mau, nem o pecado, nem o carma, nem o justiceiro do santo daime, nem a magia negra e nem nada que saia do absolutismo e amor de deus.

6 – R. – Sim e Não, em relação aos meus atos sei que posso julgá-los como bons ou maus, isso de acordo com meus propósitos. Mas sei que isso é relativo, mas me guio desta forma, me afastando daquilo que eu considero mal.

6 – T.G. – Não. Não acredito, mas é totalmente devido aos ensinamentos do Centro Espírita Ascensionado Céu Nossa Senhora da Conceição. Procuro aplicar este ensinamento ao meu dia-a-dia, tentando sempre libertar a todos e a mim mesma. É um exercício diário.

6 – B.Z. – Não, porque Deus está acima desta forma de compreensão humana.

6 – M.N.N. – Não. Um dia acreditei, na medida em que estou assumindo as rédeas da minha existência e tomando coragem para enxergar minhas amarras, e a cada dia aprendo mais, percebo que existem escolhas que funcionam e outras não. Consequências do nosso livre arbítrio, que é Divino

6 – R.V. – Não tenho certeza se tem ou não estas coisas.

6 – B.D. – Não. Acredito que o homem em sua ignorância acaba confundindo muita coisa e criando o mal e destruição em sua mente perversa e doentia.
 “Todos somos um, Um somos com o Todo”, logo não temos tempo e nem lugar para o mau que o homem diz destruir vidas, famílias, etc.

6 – C.S.D. – Sim. Acredito sim que o mal exista sim, nesse plano relativo em que vivemos, muitas vezes fortemente arraigado dentro de nós.

6 – M.M.O. – Não. De fato não existe nem bem, nem mau, nem mesmo o certo, nem o errado. Pergunte a um drogado, viciado em muletas espirituais, se é mau viver nas drogas e na ilusão, e ele dirá que não, agora pergunte a um buscador espiritual se é mau usar drogas e ele dirá que é uma experiência que não funciona. Existem apenas escolhas segundo as experiências que cada um escolheu viver, ou seja, se a pessoa escolheu ser um Médico, ser Músico é o caminho contrário as experiências que escolheu viver.

6 – C.A.G. – Sim. Ambos estão relacionados, é relativo. Penso no bem e no mau apenas como rótulos que damos de acordo com nossa conveniência, de acordo com nossa cultura etc. Em profundidade só existe o BEM (Amor, Felicidade… DEUS), mas no mundo dual em que vivemos, por ser dual existe o mau, até mesmo para entendermos o que é o bem.

6 – E.M. – Não. Como a maioria das pessoas, já acreditei. Já me intitulei como uma boa pessoa que enfrentava o mau… Rsrsrs… Mas aos poucos compreendi que o que existe são escolhas e que a partir das escolhas que fazemos é que define o nosso presente estado. A partir das escolhas podemos definir exatamente o que funciona ou não funciona a cada experiência escolhida para vivenciarmos. O que existe é Real. É Perfeição! O resto é pura ilusão!

6 – A.N. – Não, Deus não possui opositores, Ele é absoluto. “Bem e mal” são termos usados no relativo, no plano da ilusão, pois a mente racional para poder entender, precisa se nortear por referências. Acreditar no bem e no mal é como comparar a vida com um jogo de tênis, de um lado o bem (Deus) e do outro o mal (demônio) e nós somos a bolinha (trouxas) jogados de um lado para o outro sem saber o que fazer. Acredito na existência de causa e efeito, plantar e colher. Deus não possui opositores, Ele é absoluto.

6 – M.F.G. – Não. Por que são conceitos relativos. O que pode parecer “fazer o bem” para uma pessoa, para outra pode parecer “fazer o mal”. Ex: um ditador alemão acreditou estar fazendo o bem para seu povo através do nazismo. Já para o resto do mundo ele estava fazendo um mal danado. É questão de escolha. Escolher o que eu sou e o que desejo ser em relação a isso.

6 – R.R. – Não. Não quando está tudo bem e sim quando alguma coisa vai mal. Às vezes quando alguma coisa vai mal e perco a certeza, fico na dúvida. Falta uma compreensão firme, uma certeza fixada na alma. Não acredito que uma pessoa possa, com pedidos, orações e trabalhos possa fazer mal a outra, nesse mal não acredito mais, porém, no mal realizado por ações frias e calculadas previamente com objetivo de prejudicar, nesse sim acredito.

6 – V.L. – Sim. Acredito na influência negativa de espíritos baixos. Continuo em estudo sobre o assunto.

6 – J.J. – Não, Sinto-me confuso nesse ponto, para o leão o bem é comer o cervo, para o cervo o bem é comer a grama e o leão é o mau, para o grama o leão é neutro e o cervo é o mau. Enfim, esses conceitos parecem variar de acordo com o ponto de vista, me pergunto como seria a partir de um olhar universal, talvez só haja bem e mal na realidade de cada consciência e de acordo com suas óticas.

6 – I.T. – Não. Por já ter sentido o absolutismo de Deus.

6 – J.A. – Sim. As pessoas escolhem fazer bem ou fazer mal.

6 – F.G. – Não. Acredito em escolhas que funcionam ou não, de acordo com o nosso propósito.

6 – A.S. – Sim. Acredito que o bem e o mal seja atributo do relativo

6 – M.A.T. – Não. Já acreditei. Hoje estou tendo outro entendimento e compreendi que causa e efeito é o que realmente existem e que estamos aqui só experienciando. Dormimos no absoluto e tudo aqui é um sonho. E sendo Deus absoluto não pode haver bem e mal, pois Deus não precisa de leis espirituais para governar isso seria contrário ao seu absolutismo.

6 – M.C. – Não. Hoje não mais, pois seria contraditório com o Divino.

6 – R.M. – Sim. A ação do mal seria uma falta de conhecimento do espírito em sentir o que é amor compreensão.

6 – F.L.B. – Não. Somente na existência do Bem, do Pai e do Absoluto.

6 – B.C. – Não. Se existisse o mal, Deus não seria Absoluto, Deus não tem opositor.

6 – H.J. – Não. Acredito que o bem e o mal estão restritos à mente racional. Do ponto de vista espiritual, creio que para Deus, por ser um ser absoluto, amor infinito, não há bem ou mau. Tudo é perfeito para o Pai. Do contrário, não seria amor incondicional.

6 – M.S. – Não. Tudo é para o bem. Para crescermos como ser humano e lembrarmos que somos divinos.

6 – P.E.D.
 – Não. Bem e mal são conceitos humanos.

6 – M.F. – Não. Deus é absoluto, não tem opositor.

6 – S.G. – Sim. Penso que o bem e o mal são energias correntes no Universo aplicáveis pelos seres, a existência do mau e do bem podem ser comprovadas apenas abrindo uma página de jornal, infelizmente o mal tem prevalecido neste planeta.

6 – I.P. – Não. Hoje não mais, mas por muitos anos sim, pois foi o que me foi ensinado.

6 – C.C.A.A. – Sim, o mundo manifestado me chega através dos sentidos tudo aquilo que me trás sofrimento de alguma maneira é mau. E aquilo que me trás prazer é bom. Dentro de uma visão espiritual tudo que me coloca no caminho é bom o que me afasta é mau.

6 – L.A.P. – Não. Só existe a lei divina, o mal decorre de uma deformação de nossa percepção que resulta em escolhas que contrariam a lei absoluta do regente absoluto do universo, Deus. Disso decorre todo o sofrimento humano, que é livre para fazer as próprias escolhas.

6 – M.C.Q. – Não. O Conceito de bem e mal é produto da mente racional do homem. Estes conceitos foram criados há milênios, a partir da necessidade de estabelecer referenciais para o julgamento de ações humanas e elucidações de fenômenos naturais. A mesma necessidade surgiu na matemática, na antiguidade, quando inventou- se o conceito de positivo e negativo, a fim de sustentar o conceito dos números e sendo assim, a existência de números menores que zero.

6 – A.C.Z. – Não. Acredito nas escolhas certas ou erradas, o livre arbítrio nos dando a lei do retorno.

6 – R.S.S.S. – Não. Por que tudo, ou quase tudo na verdade é relativo. Ex: Uma pessoa que desenvolveu um câncer, no primeiro momento aquela doença é um mau. Porém esta doença poderá ser uma oportunidade para que ela reflita e possa cuidar de si melhor, dos seus sentimentos rever sua vida. A doença lhe trará infinitas possibilidades de como lidar com ela. Lamentar pela morte ou lutar pela vida…

Compartilhar

Veja Também

INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SUPER INTERESSANTE

Nunca tinha procurado saber fosse o que fosse sobre um dos espíritas mais falados de …