Respostas de Inúmeras Pessoas – Questão 09

9 – Acredita que existem umbrais onde a pessoa ao desencarnar sofre devido a inúmeras causas de quando ainda estava encarnado, tal qual mostra o filme nosso lar e os romances espíritas? ( ) Sim ( ) Não – Por que desta sua resposta?

 

9 – M.N. – Não. O sofrimento é uma escolha da mente racional, do ego, logo o espírito que sofre é que se esqueceu de sua própria divindade. Após desencarnar podem existir estados em que a mente racional ainda esteja muito ligada ao plano material e “demore” para ter consciência de que sua experiência naquela vida se encerrou, mas não existem locais aonde vários espíritos “sofredores” se encontrem ou sejam enviados para ficar sofrendo e se arrastando até serem salvos e seguirem para a luz, como é ilustrado em histórias da doutrina espírita.

9 – M.R. – Não. Deus sendo Absoluto, significa que não há nada diferente de Deus, ou seja, não é possível existir o inferno e o diabo, obsessores e umbral, pois estes seriam opostos a Deus. Não tem como se opor ao que é Absoluto.

9 – D.T.S –
Não. Antes quando nas drogas e no santo daime, eu acreditava em tudo isto, eu até discutia se alguém negasse a existência dos umbrais etc. Eu tinha o livro nosso lar e o próprio chico Xavier como escudo e referências da minha verdade. Mas agora, depois de 9 meses meditando, só 9 meses, foi o suficiente para perceber nitidamente que nada disso é real porque reconheço o absolutismo e amor de deus. Hoje tenho certeza de que chico Xavier não foi médium e nem sensitivo, mas que enganava as pessoas, muitas pessoas. E a troco de que? Reconhecimento, fama, santidade! O que o chico Xavier fez foi pregar a mesma tirania da bíblia e igrejas de outra forma, a kardecistas, trocando o inferno pelos umbrais, e o satanás pelos obsessores. O deus que o chico Xavier pregou em seus livros é o mesmo deus hipócrita e malvado da bíblia e igrejas.

9 – R. – Não, Acho que talvez por alguns instantes brota um arrependimento e uma sensação de tristeza, mas isso tem a ver com a nossa consciência.

9 – T.G. – Não. Não consigo acreditar na existência de tais locais. Sendo Deus Absoluto, em sua Totalidade, como poderia criar um lugar de separação, onde o sofrimento imperaria?

9 – B.Z. – Não, nunca! O filme nosso lar mostra uma versão do inferno evangélico com nomes trocados. Pegou o inferno e chamou de umbral, pegou o pecado e chamou de carma, pegou o pecador e chamou de devedor pra deus. Os espíritas e os crentes precisam muito é rever suas crenças, porque a idade média passou.

9 – M.N.N. – Não. Tal qual o filme e romances espíritas não acredito, mas penso que pessoas que se mantiveram em escolhas que não funcionaram por toda vida, ao desencarnarem continua numa experiência semelhante.

9 – R.V. – Não mesmo. Aquilo do filme é falta de visão do Chico Xavier e que, alias, de santo não teve nada. Chico foi gay como eu sou, mas as coisas que ele fez como enganar um montão de gente, isso ele fez não porque era gay, mas porque foi desonesto com as pessoas. Na umbanda a gente sabe que o chico não era médium e as enganações que fez. Mas agente não condena, mas agente também não aprova o que ele fez, porque enganar as pessoas como ele fez é coisa de espírito sem luz.

9 – B.D. – Não. Quanta besteira… Umbral? Ou o umbral é essa terra de ninguém, onde todos querem devorar a todos, ou como disse anteriormente até deva existir umbrais dentro de algumas pessoas que fantasiam isso criando assim sofrimentos intensos e se aprisionando nesse mundinho de que está pagando por pecados que cometeu e morre tentando consertar o que não estava nem certo e nem errado, apenas foi criado por uma mente pobre.

Nosso lar? Sinceramente foi o pior filme que já vi em toda minha vida… isso sim é minha opinião sobre esse filme.

9 – C.S.D. – Não. Não recordo de como seja a passagem do desencarne, mas acredito que não seja sofrimento, até porque o sofrimento já aqui e agora, nesse plano relativo, porém acredito que existam níveis diferentes de consciência.

9 – M.M.O. – Não. Não existe umbrais de sofrimento, isto é, Deus é AMOR, ABSOLUTO e FELICIDADE, tais relatos são apenas ilusão criadas por uma forjação mental, de escritores como  Chico Xavier, que embora, tenha sido uma alma carismática, a qual até tenho carinho, estava bem longe de ser um Ser Iluminado, pois, nunca foi médium, e inclusive o livro Nosso Lar, parece mais uma cópia do livro “A Vida Além do Véu”, escrito pelo Inglês e reverendo George Vale de Owen.

9 – C.A.G. – Não. Não, mas penso eu que a consciência ao desencarnar, se ainda muito apegada ao ego e crenças, pode vir a ainda sofrer mesmo sem o aparelho físico.

9 – E.M. – Não. Como Céu e o inferno, o umbral é uma criação de mentes equivocadas que contaminam outras. Foram criadas ilusões que influenciam grandes massas a não prosseguir A Jornada de Junção e permanecem presas em espaços que acreditam serem reais. Infelizmente, é assim que nos enganamos diariamente. É assim que posso compreender fenômenos que percebemos ocorrer à nossa volta. Acontecem, mas não são Reais pelo simples fato de ser uma criação da mente humana e não do Absoluto!

9 – A.N. – Não, não acredito em umbrais, pois é o local inventado pelos espíritas como o inferno é o local inventado pelas igrejas, apenas com nomes distintos. Não acredito que exista um local de sofrimento aonde vamos após desencarnar, pois isto sairia do absolutismo de Deus, sairia do amor e da felicidade. E acredito menos ainda que a pessoa sofra devido a causas de quando ainda estava desencarnado, pois não existe o tal do débito espiritual. Deus não é banqueiro e nem agiota para nos cobrar algo, Ele simplesmente nos ama, quer nossa felicidade e sua forma mais intensa de amar é atendendo nossos desejos, respeitando nossas escolhas (aquelas que funcionam e também aquelas que não funcionam).

9 – M.F.G. – Não. Por que acreditar nisso, seria o mesmo que acreditar em um DEUS que pune, julga e condena. O que DEUS ganharia com isso?

9 – R.R. – Sempre ouvi falar, mas nunca tive uma certeza se existe. Se não há inferno, pode existir umbral? A diferença entre os dois eu não sei explicar.

9 – V.L. – Sim. Acredito que exista um lugar aonde vão espíritos inferiores ou mal evoluídos que precisam de evolução como até mesmo pessoas muitos apegadas com o mundo material.

9 – J.J. – Não. Não sei se o sofrimento mudaria o ímpeto de alguma criatura, aqui mesmo temos exemplo de muitos que passam pelo sofrimento e continuam sendo crápulas, ou até de quem se tornou crápula exatamente porque ter sofrido e perdido as esperanças.

9 – I.T. – Sim. Mas não do jeito que e colocado pelos centros espíritas. Depois de nossa conversa padrinho, tenho questionado essa minha crença, mas tenho uma visão de que se colhe o que se planta, e que uma mente que encarnada planta espinhos, e colhe espinhos, criando uma realidade de espinhos encarnada, continua, quando desencarnada pode continuar criando as mesmas realidades, e se atraindo por magnetismo energético a planos condizentes com a frequência que emana, por escolha própria, ate que decida mudar a própria criação. Mas não exatamente como no filme nosso lar ou nos romances espíritas, minha crença esta embasada na física quântica, de como observo o universo funcionando e as consciências criando as próprias realidades, e acredito que em outros planos deve ser igual ou ate mesmo mais rápido, pois estando em frequências mais sutis, o poder do pensamento se manifesta mais rapidamente, sendo o universo mental. E na benevolência de Deus, do livre arbítrio nos permite criar a realidade que quisermos, e nos auxilia no que é preciso quando nossa vontade é de melhorarmos nossa criação na direção do Amor.

9 – J.A. – Não. A pessoa escolhe a experiência que viverá, pagar por isso depois não faz sentido.

9 – F.G. – Não, os conhecimentos passados pelo senhor e as experiências de Amor que tive com Deus me dão a certeza de isso ser mentira.

9 – A.S. – Não. Mas houve uma época em que acreditei, porém hoje minha percepção é diferente, sinto que há algo, mas profundo!

9 – M.A.T. – Não. Já pensei que sim Agora estou desconstruindo a ideia disseminada por Kardec.

9 – M.C. – Não. Hoje não mais, mas já acreditei.

9 – R.M. – Não. Ainda continuo a pensar em ilusões que a mente pode criar, acredito no retorno para a casa do pai.

9 – F.L.B. – Não. De acordo com a resposta acima, não acredito no umbral, apenas que existem locais onde somos tratados e assim prosseguimos rumo a novas experiências. Mas sofrimento não faz parte do Absolutismo do Pai.

9 – B.C. – Não. Deus é amor, não existe certo ou errado apenas a escolha na reencarnação.

9 – H.J. – Não. Acredito na existência de umbrais. No meu entendimento, penso que, ao morrer, embora a pessoa não seja conduzida diretamente para o mundo não manifesto, ela continuará no mundo da manifestação, porém em mundos vibracionais superiores ao da terra, manifestando- se através de corpos mais sutis.

9 – M.S. – Não, pois Deus é absoluto em amor e felicidade.

9 – P.E.D. – Não. Não há espera no plano espiritual, não há julgamentos.

9 – M.F. – Não.

9 – S.G. – Sim. Curiosamente assisti o filme Nosso Lar há apenas alguns dias, já havia lido o livro há uns 25 anos. Penso que o filme “Nosso Lar” retrate parte do mundo espiritual, mas devemos ter em mente que o universo é imenso, infinito e existam infinitas possibilidades de umbrais.

9 – I.P. – Não. Padrinho, só entendi de fato depois de suas explicações sobre esse assunto, pois acreditava que assim era.

9 – C.C.A.A. – Se for da forma como os espíritas veem, não. Tem muita forma física e concreta nesta visão. Creio sim que exista uma readaptação ao estado em que se encontra como a lagarta que virou borboleta e precisa de um tempo para reaprender a bater asas.

9 – L.A.P. – Não. Este planeta já é o plano mais denso, a astronomia nos mostra isso, dentro de nossa galáxia espiral estamos localizados na periferia de um dos braços da galáxia. O homem que não evolui reencarna aqui mesmo para viver novas experiências até que esteja pronto para experimentar outros mundos mais evoluídos.

9 – M.C.Q. – Não. Novamente, este conceito é resultado de más interpretações dos da realidade. O conceito de umbral, como citado na pergunta é semelhante ao conceito de inferno do catolicismo da pergunta nº 7. Na verdade o conceito de umbral está relacionado, do mesmo modo que o de inferno, com um estado de consciência individual, como foi citado na resposta da pergunta n º 7.

9 – A.C.Z. – Não. Umbral seria a antessala antes da porta de entrada, na visão Espírita, Como ainda não consegui chegar perto  desta resposta, sei que não é assim, mas não consigo descrever como é com a certeza daquele que já viu.

9 – R.S.S.S. – Não. Por um período de tempo acreditei sim que fosse daquele jeito como mostrado nos romances espíritas e no filme nosso lar. Mas as vendas vão sendo retiradas e o que era velado passa a ser revelado. Nova Era novos tempos, graças a Deus.

Compartilhar

Veja Também

INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SUPER INTERESSANTE

Nunca tinha procurado saber fosse o que fosse sobre um dos espíritas mais falados de …