Respostas de Inúmeras Pessoas – Questão 25

25 – Você conhece de fato o que acontece quando se morre, quando se desencarna? ( ) Sim ( ) Não – Por que desta sua resposta?

 

25 – M.N. – Não. De fato, não conheço, pois ainda não relembrei o suficiente, mas acredito que ao desencarnar passa-se por um estado, pela imagem particular do “paraíso”, depois segue-se para os planos espirituais ainda no relativo de acordo com o nível de consciência de cada um, retornando-se ao plano da matéria, mesmo que mais sutil, seguindo nesse fluxo de alternância de planos até retornar um dia para o plano Absoluto.

25 – M.R. – Não. Bom, eu não sei exatamente o que acontece quando se morre, mas, praticando a meditação eu perdi bastante o medo da morte, porque já vi e senti que quando uma pessoa morre, não acontece nada de ruim, só coisas boas. A princípio eu não entendia, mas depois fui compreendendo que nós somos a Essência e todos somos divinos, o que vivermos aqui na Terra faz parte do mundo da ilusão, por  escolha nossa decidimos vivenciar a experiência do relativo. Fora do mundo da ilusão, é tudo LUZ. Graças a Deus.

25 – D.T.S – Sim, hoje eu tenho uma boa noção de como é o processo do desencane. Mas a medida que vou meditando a compreensão vai se aprofundando. Mas hoje posso afirmar, a morte é só alegria. Quanto mais treino o estado de silencio absoluto da mente, o “não pensar”, mais compreendo o que chamamos de morte.

25 – R. – Não. Mas sinto que é igual ao nascer.

25 – T.G. Não. Não faço ideia do que acontece.

25 – B.Z. – Não, ainda não tenho certeza de como é, mas tenho certeza de como não é. Sei que inferno e céu conforme as igrejas pregam não é possível existir, porque Deus é absoluto, amor e felicidade. Sei que após a morte é só alegria independente de como foi e para onde segue a consciência, porque Deus é absoluto, amor e felicidade.

25 – M.N.N. – De fato não. Não me lembro de ter desencarnado e nunca vi ou falei com ninguém que morreu e voltou.

25 – R.V. – Não, talvez. Mas deve ter um local apropriado para cada tipo de gente. Gideon, sabia que suas palestras, as coisas que ensina trás muito conforto e paz pra gente? Não sei com certeza o que vem depois da morte, mas graças a você hoje não tenho mais medo, porque tenho a certeza de que existe um deus que me ama muito e que não liga se sou isso ou aquilo, ou com as escolhas que fiz quando vivo. Hoje eu sei que as igrejas, a bíblia, o livro dos espíritos, os pastores, padres e centros espíritas estão muito enganados sobre deus.

25 – B.D. – Sim. Dependendo do despertar de cada um podemos atingir um patamar de frequência até mais elevado ou não. Mas todos atingirão um nível de consciência que habitará uma dimensão superior onde seremos a pura consciência da paz e do amor.

25 – C.S.D. – Não. Porque com certeza nada sei, mas imagino que vou para algum lugar que nesse plano relativo não me recordo, mas vou para um lugar de acordo com meu nível vibracional.

25 – M.M.O. – Sim. Acredito que a morte é um extase, e não poderia ser diferente, uma vez, que nos libertamos do peso da matéria. Vamos a uma dimensão de igual frequencia a nossa, isto é, vamos a um plano no qual amamos e somos amados por todos.

25 – C.A.G. – Sim e Não. Sim e Não porque de fato não trago na memória essa experiência em profundidade, mas através da sagrada ayahuasca o Claudio pode ter experiências que acredita ser bem próximas do que acontece no desencarne.

25 – E.M. – Sim. A Centelha Divina que vive em nós reintegra-se ao Todo.

25 – A.N. – Não, não conheço de fato, não tenho lembranças dessa experiência, apenas tenho uma ideia de como seja e vale ressaltar, tenho essa ideia sobre o desencarne através das explicações simples e claras do Padrinho Gideon sobre o assunto, refletindo sobre o assunto e sabendo que Deus é absoluto amor e felicidade, acredito que seja dessa forma que acontece. O desencarne é um momento fantástico, de êxtase e libertação, onde e espírito não possui mais o peso da matéria grosseira e pode se expressar com intensidade. Em seres que possuem a Consciência sobre quem São de fato, o ego (mente racional e cérebro, ferramentas do espírito) se desfaz com rapidez abrindo espaço para a Essência criar sua realidade instantaneamente (agora sem a interferência do ego).

25 – M.F.G. – Não. Coloquei não, porque na verdade eu não me lembro de como é essa experiência. No fundo eu sei, mas não me lembro. Sei conceitualmente por livros que li, mas não posso afirmar que de fato que sei o que a acontece após o desencarne enquanto não relembrar disso. Porém acredito que deva ser um momento muito feliz, de libertação do espírito. E que iremos ver tudo que fizemos e pensamos do nosso ponto de vista e do ponto de vista de todas as outras pessoas envolvidas nas nossas escolhas. E tudo isso sem julgamentos. Simplesmente ver com clareza e em paz.

25 – R.R. – Não. Mas se for parecido com o que senti no curso de regressão em 2009, confesso que não tenho mais nenhum receio da morte. O que senti naquele dia, na vivência e que acredito até hoje que foi o Pai falando comigo, foi uma das experiências mais maravilhosas que vivi.

25 – V.L. – Não. Desconheço.

25 – J.J. – Não, Não tenho qualquer lembrança, se alguma vez morri, e também não morri ainda nesta vida, se é que existem outras.

25 – I.T. – Não. Porque ainda não relembrei de como é isso.

25 – J.A. – Não. Faço ideia, mas não me recordo de vidas anteriores, e como estou muito vivo.

25 – A.S. – Sim. Tenho uma pequena ideia devido a vivências de projeção astral desde que eu era menina e às vezes nas meditações com ayahuasca.

25 – M.A.T. – Sim. Porque quando morremos acordamos no lado espiritual com a consciência da experiência que nos propusemos a ter encarnados.

25 – M.C. – Não. Não consegui ainda me recordar de outras experiências.

25 – R.M. – Não. Ainda não alcancei este conhecimento.

25 – F.L.B. – Não. Não posso dizer que sim. Tive experiências astrais maravilhosas, ensinamentos também, mas não me recordo exatamente como é o desencarne, embora em experiência astral tenham me dito que a dor do encarnado tem um limite, que antes de desencarnar ela se cessa e isso foi demonstrado em meu próprio corpo. Mas ainda estou encarnado né? Rsss!!!

25 – B.C. – Não. Nesta minha encarnação eu não relembrei ainda.

25 – H.J. – Não. Penso que, continuaremos no mundo da manifestação, ocupando esferas mais elevadas através de corpos mais sutis.

25 – M.S. – Não. Não me lembro.

25 – P.E.D. – Não. Tenho um conceito absoluto de todo o processo.

25 – M.F. – Não. De fato eu não conheço ainda, mas imagino que vamos para um lugar onde encontrarei seres de exata frequência, ou seja, seres que me amam muito. Por este motivo e consequência, não haveria sofrimento, mas como respondido em outras perguntas, não sei se seria extinto todo o sofrimento, pois o espírito ainda rústico tem certas limitações, que o impedem à Felicidade plena, em minha concepção.

25 – S.G. – Sim. Penso que já devo ter passado por este processo algumas vezes então a resposta é sim. Se me lembro? Não. Com a utilização da Ayahuasca em estágios de meditação e consciência expandida e lendo e estudando sobre o assunto que sempre me instigou, penso que consigo começar a traçar algumas teorias.

25 – I.P. – Não. De fato não, por não me recordar.

25 – C.C.A.A. – Não e também não tenho interesse em saber. Gosto de saber que vou estar pronto e totalmente aberto para aprender e se adaptar para o novo. Se eu criar uma ideia de como vai ser e não for posso me decepcionar é melhor estar pronto para a nova vida.

25 – F.G. – Não. Respondido na pergunta anterior.

25 – L.A.P. – Não. No entanto é possível conhecer, estive fora do corpo algumas vezes e mesmo sem plena lucidez pude me certificar de que não somos o corpo físico.

25 – M.C.Q. – Não. Temos acessado diversas literaturas que abordam esse assunto. Entretanto, não podemos tecer comentários, em virtude de ainda não podermos relembrar de nossos últimos desencarnes.

25 – A. C.Z. – Não. Sem nenhuma hipocrisia, ainda é um mistério não revelado a mim. Dizer o que os outros dizem é viver na realidade do outro. Espero esta resposta nas meditações.

25 – R.S.S.S. – Sim. Acredito que sim, mas também não me preocupo muito com isso. Acredito que vai depender de sua faixa vibratória, ou seja, você estará na frequência que estiver vibrando o seu coração.

Compartilhar

Veja Também

INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SUPER INTERESSANTE

Nunca tinha procurado saber fosse o que fosse sobre um dos espíritas mais falados de …