Respostas de Inúmeras Pessoas – Questão 31

31 – Confiaria como referência de verdade espiritual em livros psicografados por alguém que visivelmente demonstra a enganação, o apego e a vaidade, tal qual contratar atores para fraudar aparições espirituais, fraudar fenômenos psíquicos e assim iludir as massas; apegado ao mundano ao ponto de possuir distúrbios sexuais; vaidoso ao ponto de sentir vergonha da calvície e por isso sempre se apresentar de peruca? ( ) Sim ( ) Não – Por que desta sua resposta?

 

31 – M.N. – Não. Tais características demonstram que essa pessoa não conheceu os planos espirituais, muito menos as verdades do espírito.

31 – M.R. – Não. Porque uma pessoa cheia de vaidades, que contrata atores para representar algo como sendo verdade, não pode ter luz, como foi o caso do Chico Xavier, ele fez isso, está provado.

31 – D.T.S – Não, hoje não. Mas na época do santo daime eu acreditava nisto, eu acredita no chico Xavier. Era muito conveniente eu acreditar em gente como ele e ter ele como referencia, já que eu me escondia por detrás dos mesmos comportamentos e mesmas justificativas. O chico Xavier foi um ser que sofria de muito apego à matéria, ao ponto de ser homossexual e fútil. Ele escolheu esta experiência já pelo apego que tinha. Não é certo e nem errado ser homossexual ou heterossexual muito ativo, mas o que tem ambos em comum é o apego ao sexo. No caso precisamos nos atentar é na causa que leva uma pessoas a ser homossexual ou heterossexual muito ativo, que é exatamente o apego ao sexo. O deus de um homossexual é o sexo gente, tal qual o deus de um agiota é o dinheiro. Não tem como ser um buscador espiritual e estar fazendo uma escolha desta, porque o sexo é a mais forte manifestação do ego, do materialismo, portanto é caminho oposto ao desapego espiritual. Não tenho nada de pessoal contrario ao chico Xavier, apenas sei que ele não tinha luz, não atingiu a iluminação e que mentiu e enganou a muitas pessoas que queriam acreditar nas mensagens que ele escrevia, e já por isso o chico e sua quadrilha selecionavam quase sempre, a tais pessoas mais ingênuas!

31 – R. – Não, fiquei muito triste e decepcionada com isso, queria que ele fosse uma referência.

31 – T.G. – Não… e pelo que posso observar a pessoa de quem se fala nesta questão é o renomado Chico Xavier… sinceramente… nunca confiaria em uma pessoa assim como referência de verdade espiritual… poderia confiar para outras coisas, mas como um mensageiro espiritual EU não confiaria.

31 – B.Z. – Não, nem morto! A verdade é que não dá para aceitar como santo e iluminado o macho que fica de quatro pra macho. Isso não tem nada de santo, mas sim de apego ao sexo e ao materialismo. Já fui homossexual praticante, não sou mais, mas já fui. Hoje estou quase livre, desse assunto entendo porque vivi isso. Pesquisei e vi que o Chico Xavier esteve envolvido com enganações públicas com truques de ilusionismo, e também era homossexual ativo, como eu fui. Se tem uma característica marcante no homossexual é a vaidade. Chico foi muito vaidoso, depilava as costas, usava peruca. Também escreveu coisas que mais tarde puderam constatar que não era verdade. Quem dá créditos ao Chico Xavier como mente espiritualizada é porque desconhece os fatos de sua vida.

31 – M.N.N. –
Não. Provavelmente se tivesse encontrado uma verdade espiritual não precisaria forjar acontecimentos, ou teria apegos e preocupações tão superficiais como calvície por exemplo.

31 – R.V. – Nunca. Iluminado envolvido em fraudes de materialização de espíritos? O nome disto não é mediunidade, mas charlatanismo! Iluminado que tinha olheiros para colher informações sobre a pessoa antes de atendê-la? O nome disto não é mediunidade, mas espionagem! A referência do conhecimento espiritual que se pode ter do Chico Xavier é a mesma referência do conhecimento espiritual que se pode ter dos pais de santo, dos pastores, dos padres e da bíblia. Dá pra confiar nisso? 
Vaidade e iluminação não combinam, até eu sei disso, só que eu assumo. Eu sou vaidoso e narcisista, admito isso, contudo o Chico Xavier não é diferente de mim, gay é sempre gay! A aparência física pra ele era tudo, a calvície lhe era terrível. Se Chico Xavier era um espírito de luz, então eu sou jesus cristo, porque eu sou vaidoso mas nunca enganei a ninguém. A verdade é a verdade, só que eu assumo isto. Se vou dar a bunda uma vez na semana ou uma vez no mês, que diferença faz, é aceitar o sexo como prioridade de vida o que me faz ser assim. Mas eu sou feliz assim, escolhi assim, só que assumo minhas escolhas e reconheço o que desejo. Como busco ser feliz acredito que busco por deus, mas este negócio de iluminação, ser iluminado, santificado, eu não tô nem aí pra essas coisas. Eu gosto da fruta, é isso!
Outra coisa, volto a repetir: ninguém nasce gay, todo gay escolheu ser gay. Sou médico veterinário, o homossexualismo nos animais é raríssimo, é uma exceção. Mesmo eu até hoje nunca vi pessoalmente um animal homossexual, mas nem mesmo um cachorrinho! Essas bichas estão é precisando ser mais homem assim como sou e assumir a responsabilidade das escolhas que fizeram. Desde de quando é pecado ser gay? Pense nisso e pare de posar de vítima!. Eu sou gay, escolhe isso, sou feliz vivendo como gay e a bunda é minha tá! Por que escolheu ser gay não te que ser um covarde!

31 – B.D. – Não. Haha tire como referencia minha resposta anterior, exatamente em uma pessoa desse tipo que eu não confiaria.

31 – C.S.D. – Não. Minha natureza sempre foi questionadora, questiono tudo, meu comportamento e principalmente tudo que escuto e vejo, portanto não confio cegamente em nada, nem ninguém, só no amor divido e no meu mestre Jesus.

31 – M.M.O. – Não. Chico Xavier, foi de fato muito carismático, e conquistou a simpatia de muitos. Porém foi um farsante, iludindo muitos, que até hoje tem crenças errôneas, em obsessores, e umbrais de sofrimento, presos nos grilhões do medo e da culpa. Hoje reconheço até que ponto pode chegar a desonestidade de um homem para conquistar aplausos e fama. Um espírito de luz, jamais aprisionaria massas em crenças equivocadas que encabrestam no medo e na culpa. Uma mente Iluminada tras a Libertação e não a Prisão, é humilde, e não tem apegos como a vaidade, e devios de comportamento, como o de ter relação sexual com pessoas do mesmo sexo, por possuir ainda distúrbios sexuais.

31 – C.A.G. – Não. Como confiar em alguém assim? Alguém que encena a ponto de contratar atores para armar um falso fenômeno? Confiar em alguém assim seria o cúmulo da alienação, do comodismo.

31 – E.M. – Não. Confesso que foi um baque ouvir todas as verdades que o Padrinho falou sobre o Chico na palestra que administrou. Porém, reconheci como verdade no mesmo instante. Iludi-me por tanto tempo. Ele era tão “bonzinho”. Mas, no fundo, sempre soube. Suas palavras eram lindas. Tão lindas que nos esquecemos de observar bem de perto suas ações. Confiamos na mídia… Mas, eram outros tempos. Tempos que precisávamos de um paradigma a seguir. Com um Deus tão distante, necessitávamos de alguém mais próximo para confiar nossa dor. Ele exerceu sua função. Sou-lhe grata, pois em tempos de pura ilusão, impulsionou-me a buscar a verdade espiritual. Chico e tantos outros seres, certamente me auxiliaram a chegar até aqui! Com nenhuma mágoa e com muita gratidão, não aceito mais os “ensinamentos” que me passaram como verdade.

31 – A.N. – Não, pois essa pessoa nada tem nada de espiritual, nada tem de luz e muito menos sabedoria. Finge-se de coitadinho para ganhar a simpatia das pessoas e com seu jeito carismático, afunda o buscador espiritual em dogmas, culpa e medo. Isso é cego guiando cego, é uma pessoa que nem sequer conhece o plano espiritual. O homem espiritual não engana, não ilude, não espera aplausos, pelo contrário, foge de aplausos e idolatria. O homem espiritual liberta.

31 – M.F.G. – Não. Por que eu não sou louco. Para mim a maior referência espiritual que a humanidade possa ter é o MESTRE JESUS. ELE sempre demonstrou a simplicidade, a humildade, a compaixão, a tolerância. Fez tudo o que fez e ainda nos disse que também somos capazes de fazer isso e muito mais. Demonstrou através de seu exemplo como ser uno com DEUS, e ensinou  o que veio ensinar, não para querer ser reconhecido, aplaudido, mas sim, pelo amor que sente por nós. Acredito também que ELE nos envia irmãos mais velhos para nos relembrar de quem somos. Sábios professores que nos fazem refletir sobre nossas verdades, no que acreditamos de fato e nos fazem enxergar quais são os nossos apegos. Assim como aquele que formulou estas perguntas que venho respondendo está fazendo.

31 – R.R. – Não. Quando se tem todo esse conhecimento sobre tal pessoa. Mas como é incrível que depois que o sujeito morre aparece as verdades.

31 – V.L. – Não. Já apareceram inúmeras testemunhas dizendo que tudo era fraude.

31 – J.J. – Não, se eu comprovasse, por mim mesmo, com provas reais, eu não confiaria.

31 – I.T. – Não. Os fatos já respondem por si mesmos.

31 – J.A. – Não. Sei que papel aceita tudo, agora julgar a experiência que a pessoa escolhe.

31 – A.S. – Não. Por que acredito que o médium para receber canalização ou mesmo incorporação de um espírito de luz tem que estar revestido de humildade, desapego e amor fraternal!

31 – M.A.T. – Não. Porque são iludidos e sem iluminação.

31 – M.C. – Não. Não posso usar como referencia espiritual alguém com estas características.

31 – R.M. – Não. Não confiaria, pois como confiar em pessoas que não falam a verdade sobre ela mesma.

31 – F.L.B. – Não, não há como.

31 – B.C. – Não, pois ele esta no EGO.

31 – H.J. – Não. Pelo próprio fato de ser uma fraude.

31 – M.S. – Não. Referência para mim é Jesus.

31 – P.E.D. – Não. Confio naquilo que testo e acho razoável.

31 – M.F. – Não.

31 – S.G. – Sim. Penso que um livro tem personalidade própria e deve ser separada do seu criador, devemos analisar o livro apenas e não o autor. Tampouco importa os hábitos do escritor, se tem distúrbios sexuais, enfim… Isto serve para qualquer área, como exemplo posso mencionar, em hipótese um escritor com excelente reputação que escreve um livro magnífico sobre alguma área de conhecimento e semanas depois ele por razões pessoais muda  totalmente seu comportamento afligindo sua reputação. O livro escrito deve ser desprezado? Da mesma forma, afirmo também que nada deve ser levado ao pé da letra, qualquer conhecimento espiritual vindo de pessoas com esquisitices pessoais ou não deve ser analisada, confrontada com outras informações e fontes, sou o dono da minha consciência, eu decido.

31 – I.P. – Não. Confesso que essa de ter contratado atores eu não sabia. Achava que as palavras eram belas, confortavam, mas nunca tinha parado para pensar nesses detalhes.

31 – C.C.A.A. – Não. Na verdade nunca li um livro psicografado. Se já é difícil acreditar nas pessoas de carne e osso que a gente vê, imagine acreditar nos escrito de alguém que eu nunca vi e nem sei se sua identidade é verdadeira. Quanto aos médiuns, são todos uns coitados, pois falam, escrevem etc, sem nunca realmente se preocuparem em evoluírem como Ser.

31 – F.G. – Não. Quanto ao Chico Xavier eu nunca o tive como referência, de fato cumpriu seu papel em sua época, mas, não o tenho como referência. Confio no Mestre Jesus, no Céu Nossa Senhora da Conceição e em meu coração… Quanto ao resto eu nem perco tempo…

31 – L.A.P. – Não. A verdade é uma experiência interna e não deve ser buscada no mundo exterior, ainda mais quando apresentam falhas visíveis e contestadas até mesmo pela razão e bom senso.

31 – M.C.Q. – Não. Não confiaria como referência de verdade, uma vez que tais informações canalizadas são altamente vulneráveis a contaminação da mente consciente, do ego. Entretanto devemos reconhecer que uma determinada parcela de tais conhecimentos carregam ensinamentos edificantes, do ponto de vista de nosso trato com a vida cotidiana.

31 – A.C.Z. – Não. Como já disse anteriormente se a visão do “UM” um+ não pode ser.

31 – R.S.S.S. – Não. Hoje conhecendo estes fatos não, mas na ausência da verdade tudo é possível, principalmente acreditar naqueles que deseja apenas amar e fazer caridade.

Veja Também

INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SUPER INTERESSANTE

Nunca tinha procurado saber fosse o que fosse sobre um dos espíritas mais falados de …