Respostas de Inúmeras Pessoas – Questão 50

50 – Acredita que estaria escrito na Gênese segundo Allan Kardec, ed. cit. p. 187 uma brutal manifestação de racismo: “O progresso não foi, pois, uniforme em toda a espécie humana; as raças mais inteligentes naturalmente progrediram mais que as outras, sem contar que os Espíritos, recentemente nascidos na vida espiritual, vindo a se encarnar sobre a Terra desde que chegaram em primeiro lugar, tornam mais sensíveis a diferença do progresso(sic!). Com efeito, seria impossível atribuir a mesma antiguidade de criação aos selvagens que mal se distinguem dos macacos, que aos chineses, e ainda menos aos europeus civilizados”… Acreditaria nisto? ( ) Sim ( ) Não – Porque desta sua resposta?

 

50 – M.N. – Sim. Acredito que isso possa estar escrito na Gênese, entretanto não concordo de maneira nenhuma com tal ideia racista manifestada.

50 – M.R. – Sim. É difícil de acreditar, mas está lá sim. Quando frequentava os centros espíritas kardecistas, não tinha lido isso, também nunca ouvi nenhum kardecista falar sobre isso. É um preconceito inaceitável, isso mostra que Allan Kardec não foi uma mente iluminada. Tinha inúmeras qualidades e deixou um legado importante, mas uma mente iluminada jamais acredita que certas raças são inferiores a outras, pois sabe que não é verdade. Isso também mostra o quanto é importante pesquisar, ler, conhecer bem a religião que desejamos seguir, caso sigamos alguma. Hoje em dia eu não sigo mais nenhuma. Reconheço o Senhor Jesus como Mestre e Ele não deixou religiões aqui na Terra. As religiões foram inventadas pelos homens. Eu procuro seguir meu coração para acreditar em ensinamentos, reconheço como verdade quando sinto no meu coração que é verdade. Aprendi que quando algo é verdade, sinto uma alegria e um alívio, um alívio de liberdade, como se tivesse soltando alguma corrente, algo que amarrava, prendia. Tudo o que faz me sentir LIVRE, reconheço como verdade, pois a Liberdade está dentro dos princípios do Amor. Não tem como amar e prender alguém, portanto, se Deus ama, se Ele é o próprio Amor, com certeza Ele liberta, liberta sempre. Por isso, ao avaliar minhas crenças, entrei em conflito inúmeras vezes, me senti chocada inúmeras vezes ao tomar conhecimento de fatos da vida e ensinamentos de pessoas que se diziam iluminadas, como Chico Xavier e Allan Kardec. Mas aprendi pela experiência que, mesmo dolorida, a verdade sempre liberta. Eu não tenho raiva dessas pessoas e de outras que me enganaram, enganaram meus familiares, amigos e tantas outras pessoas. Simplesmente reconheço que é muito sério ludibriar e enganar, pois isso gera fortes consequências na vida daqueles que foram enganados. Mentiras espirituais aprisionam, tornam a vida de quem se iludiu um mar de sofrimento e muitas vezes não tem volta. Por isso, acho muito importante avaliar sempre minhas crenças e reconhecer o que não serve para deixar de lado, e o que for bom, manter comigo e utilizar no meu dia-a-dia.

É importante que o maior número de pessoas tome conhecimento das mentiras apregoadas por aqueles que se diziam iluminados mas que não passaram de iludidos e dissimulados, para poderem se libertar, olharem para dentro de si e serem felizes.

50 – D.T.S – Sim, eu mesmo li estas passagens escrito no Gênese segundo Alan Kardec. Se alguém duvida, procure e leia!

50 – R. – Não. Mas sei que este pensamento era muito recorrente e normal na época de Kardec, senso comum.

50 – T.G. – Não. Para mim, esta afirmação é nojenta e asquerosa. Como pode um homem dizer conhecer Deus e acreditar que é superior devido à cor de sua pele, ou à sua raça… ou mesmo ao seu sexo ou à sua espécie… ?

50 – B.Z. – Sim, agora eu acredito sim. Fui atrás e li essa parte na Gênese segundo Alan Kardec. Tá lá.

50 – M.N.N. – Não. Nossa! Difícil imaginar e ver toda uma instituição “religiosa” fundamentada em passagens como esta. É um berço que balança uma “civilização” doente!

50 – R.V. – Sim, só vai duvidar quem não leu esse livro.

50 – B.D. – Não. Um absurdo total na minha opinião. Diminuir o seu semelhante é destruir o Divino presente dentro de você.

50 – C.S.D. – Sim. Porque assim como a bíblia que foi escrita por homens também e possível que Alan Kardec tenha colocado sua opinião impressa em sua obra.

50 – M.M.O. – Não. Pois a consciência espiritual de um homem, nada tem ligação com a cor de sua epiderme. A iluminação sobrevêm independente de sua epiderme. Mestre Jesus, Sidarta Gautama o Buda, possuia epiderme escura, Lao-Tse tinha epiderme amarela, Cacique Seatle tinha epiderme vermelha, Platão tinha epiderme branca e ambos tinham em comum a ILUMINAÇÃO.

50 – C.A.G. – Sim. Padrinho, se o Senhor. está falando que está escrito eu acredito rsrs e o texto de Alan Kardec demonstra claro preconceito e escala de superioridade entre “raças”, que em verdade a raça humana é somente uma.

50 – E.M. – Sim. Constatamos a veracidade de tais afirmações em uma breve busca. Não pela intelectualidade questionada, pois sabemos que o progresso material acaba dependendo da habilidade de articulação intelectual. A inocência e pureza de muitas raças acabaram por lança-las às orlas sociais. Os verdadeiros “donos” das terras. Os que prezaram a liberdade e demonstraram gratidão à terra que os acolheu, são raros de serem encontrados hoje em dia em seu habitat natural. A forma de colocação ao dar continuidade à leitura textual nos remete a referencia de um processo evolutivo. Seriam fases ou etapas a serem transpostas que poderiam ser discutidas em certos pontos. Porém, levar a sério tais afirmações seria afirmar que um ser humano caucasiano que prende um ser de pele negra em uma jaula de um zoológico como um animal selvagem (como aconteceu na Alemanha), seria mais evoluído e merecedor de “benefícios Divinos”. Bem, como mestiça de várias raças, não estaria respondendo este questionário. Estaria nas ruas ou já teria sido exterminada pelos nazistas. Encontramos citações de Alan Kardec referindo-se aos “inimigos”. Posso compreender que pessoas como eu, que ainda estão em busca espiritual, cometam tais equívocos. Mas, vinda de alguém que funda uma doutrina a ser seguida é, no mínimo, lamentável.

50 – A.N. – Sim acredito, pois já sabia que Allan Kardec não era tudo isso que o espiritismo prega, pois ele fala sobre umbrais e obsessores, carma e sofrimento após a morte, mas não sabia que ele era racista, então fui pesquisar e encontrei realmente o trecho acima no livro “A Gênese (comentado)”. O racismo é a mais forte expressão de uma alma sem luz.

50 – M.F.G. – Não. Por que vejo aqui um ar de superioridade, de que a raça dele é superior às demais. Realmente este trecho me parece ser  preconceituoso, sem contar que está meio sem sentido, né? Quando Kardec diz que espíritos recentemente nascidos na vida espiritual, vindo a se encarnar sobre a terra desde que chegaram em primeiro lugar, tornaram mais sensível a diferença do progresso. Ficou sem sentido nenhum, realmente não entendi o que ele quis dizer com isso.

Obs.: Coloquei um não como resposta, por que eu não acredito no que está escrito. Mas eu acredito que isso está escrito porque tenho este livro e antes de responder li essa passagem no próprio. Já tentei ler este livro mas não consegui. Achei muito complicado.

50 – R.R. – Não. Ainda bem que nunca li nada sobre esse tal. Como é porcaria, Deus já tirou de cara de minha vida. Engraçado que os capitalistas que exploraram muito as regiões selvagens devem adorar esse tal de Kardec.

50 – V.L. – Não, porque somos a semelhança Divina de Deus

50 – J.J. – Não, Penso que isto é um devaneio da mente do escritor.

50 – I.T. – Sim. Infelizmente esse tipo de manifestação de preconceito e racismo sempre se manifestou no Kardecismo.

50 – J.A. – Sim. Papel aceita TUDO.

50 – F.G. – Sim e Não. Acabei de pesquisar e realmente isto está escrito, acabei descobrindo outras citações com tons de racismo… por exemplo  em “Fenologia espiritualista e espírita – Perfectibilidade da raça negra” esta escrito : “Eis por que a raça negra, enquanto raça negra, corporalmente falando, jamais atingirá o nível das raças caucásicas; mas, na qualidade de Espírito, é outra coisa: pode tornar-se e tornar-se-á aquilo que somos. Apenas necessitará de tempo e de melhores instrumentos”.Link onde contem o texto: http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/re/1862/04a-frenologia.html Realmente um absurdo.

50 – A.S. – Sim. Acredito que esse era o pensamento dele naquela época, influenciado pelo estudo aprofundado da bíblia e não de uma reflexão profunda sobre o Deus de amor e sobre a real origem da humanidade.

50 – M.A.T. Sim. Acredito que esteja escrito, mas também que é uma mentira. Uma contradição aos princípios divinos.

50 – M.C. – Sim. Está escrito, contra fatos não há argumentos.

50 – R.M. – Sim. Acredito que Alan Kardec foi um grande preconceituoso com os indígenas, negros, pobres e com os de raça amarela também. Na verdade, ele não queria praticar o amor e a caridade, pois era completamente presunçoso e soberbo.

50 – F.L.B. – Não. Acreditar em tal racismo por parte do Pai e desigualdade, prioridades, seria compartilhar um Pai racista.

50 – B.C. – Não. Isso é completamente preconceito, pois não existem etnias é apenas uma criação do homem.

50 – H.J. – Não. São lições do ego feitas para o ego.

50 – M.S. – Não. História de criança; pessoa sem maturidade espiritual.

50 – P.E.D. – Sim. Está escrito e perante aos fatos não há duvida.

50 – M.F. Não.

50 – S.G. – Sim. Acredito, como de fato está escrito isto, Allan  Kardec deu um mau exemplo neste caso, entretanto, como qualquer pessoa não é perfeito e estava sujeito a influência racista e arrogante típicas do século XVIII, entretanto, não podemos jogar no lixo todas as obras dele sem antes analisar se tem alguma serventia.

50 – I.P. – Não. Isso é coisa de homens. Deus ama igualmente a todos.

50 – C.C.A.A. – Não. Alan Kardec nunca escreveu nada de sua opinião própria. De acordo com os espíritas, “pegou” suas informações de vários espíritos. Como não sabemos qual é a verdadeira forma destes espíritos, se eram fanáticos, de qual nacionalidade foram, de qual religião? Ninguém sabe. Pra mim é só uma opinião, uma crença.

50 – L.A.P. – Sim. É possível; desde que conheço o espiritismo kardecista tenho certa dificuldade em engolir este tipo de colocação.

50 – M.C.Q. – Não. Tal afirmativa apenas reflete a interpretação equivocada sobre as raças, uma vez que o autor contaminou a informação canalizada com sua base cultural e intelectual, ou pior, esta pode ser totalmente fruto de sua mente racional.

50 – A.C.Z. – Não. A elevação do planeta será diferente; estamos vendo as mudanças, o buscador encontrará a verdade dentro de si mesmo.

50 – R.S.S.S. – Sim. Mais uma mentira pregada pelo racismo, ou melhor, por “seu” Alan Kardec. E o que é pior? Acho mesmo que nem seus discípulos interpretaram estas suas informações da forma correta. Claro que, com certeza, tenha alguns percebidos suas colocações preconceituosas e doentias, percebido sua prepotência e arrogância querendo separar as raças, e com certeza o ignorou os que leram. A verdade é que ele queria com isso induzir seus seguidores a fortalecer o desejo de Hitler- em criar uma raça ariana. Tamanha era a sua estupidez e prepotência.

Compartilhar

Veja Também

INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SUPER INTERESSANTE

Nunca tinha procurado saber fosse o que fosse sobre um dos espíritas mais falados de …