Coridália-oca

Esta planta medicinalé prescrita unicamente pelo médico, em casos de perturbações nervosas graves, vertigens, tremuras ou afecções cerebrais, como sedativo para insônia, e ainda como estimulante e analgésico, especialmente em menstruação dolorosa, danos traumáticos e lumbago. Em dose elevada, provoca dores de cabeça semelhantes às da meningite. Não deve ser dado às mulheres grávidas.

Corydalis cava (L. emend. MILL.) SCHWEIGG. et KOERTE

Corydalis solida Aproximadamente 300 espécies anuais e perenais, geralmente tuberosas, compõem o gênero Corydalis, amplamente distribuído pela zona temperada do norte e regiões tropicais montanhosas. Corydalis solida é encontrada em bosques na Europa e Ásia ocidental. Embora relacionada com as papoulas, as Corydalis são bastante diferentes na aparência, com folhas parecidas com as de samambaia e flores tubulares, por vezes lembrando as das labiatas. Corydalis solida e Corydalis cava, ambas são conhecidas na horticultura como Corydalis bulbosa.

Corydalis cava é uma planta herbácea perene, dotada de um grande tubérculo subterrâneo oco, de que nasce um caule ereto e bifoliado. As flores estão agrupadas num cacho terminal; são violetas ou brancas, com um longo esporão encurvado. O fruto é uma cápsula. Toda a planta é extremamente venenosa. É uma espécie européia que se estende até às regiões asiáticas adjacentes. Encontra-se na sombra dos bosques e das florestas, onde é facilmente reconhecida pela sua floração precoce e pelos caules glaucos. Na Primavera, a coridális é freqüentemente visitada pelas abelhas.

Corydalis solida é bastante parecida com Corydalis cava, as principais diferenças são que não tem tubérculo oco o qual é, portanto, sólido e tem uma distribuição mais ocidental. Ambas espécies selvagens são coletadas para propósitos medicinais. Corydalis solida foi usada como analgésico na medicina chinesa tradicional desde pelo menos o oitavo século, quando foi mencionado na Matéria Médica por Chen Cang-Zi. Sua cápsula de fruto racha quando madura para lançar numerosas sementes pretas.

Corydalis cava São colhidos os bulbos, extraídos à mão no Outono ou no começo da Primavera, a partir do degelo. Depois de bem limpos e libertados de radículas e partes verdes, são cortados em pedaços, depois secados à sombra, num local bem arejado; os pedaços devem ser voltados de tempos em tempos. No secador, a temperatura não ultrapassará os 40°C. Depois de seco, o bulbo liberta um aroma estupefaciente e apresenta gosto amargo. É uma erva analgésica que estimula a circulação, controla espasmos e náusea, e tem propriedades sedativas e anti-bacterianas. Pesquisa também sugestiona ação no córtex da tiróide e ad-renal. Contém alcaloides, os mais importantes dos quais são a coridalina e a bolbocapnina, que é alucinogénea. A droga exerce um efeito depressor sobre o sistema nervoso central, baixa a tensão e diminui o peristaltismo do intestino delgado.

 

Compartilhar

Veja Também

Chacrona – Psychotria Viridis

Chacrona é um arbusto nativo da região Amazônica, conhecida também como Rainha, Chacruna e Kawa. …