Uva

A uva é uma fruta altamente energética por ser rica em carboidratos. Pela sua quantidade de água e sais minerais, ela ativa os rins aumentando a eliminação de urina. Além de suave laxante, essa fruta atua contra várias enfermidades do intestino, fígado, abdômem, vômitos e amargo da boca, além de estimular as funções cardíacas.

Nome científico: Vitis vinifera – Europa

Composição:

Água 72,92%, albumina 0,38%, glicose 23,51%, outros hidratos de carbono 2,23%, cremor de tártaro 0,52%, ácido tartárico 0,29%, outros ácidos 0,29% e minerais 0,50%. 100 gramas de uva contêm 79 calorias.

Medicinal:

O sumo para a depuração do sangue para a renovação de plasma; comer a uva com casca e sementes para regular o funcionamento do intestino. Não causa apendicite.

As uvas devem ser muito bem lavadas.

Na defesa contra o esgotamento orgânico (desportistas), na anemia e em todas as fases de uma convalescença.

O sumo é um meio contra a obesidade – com auxílio de médico. Para doentes de estômago, fígado, intestino e circulação.

Indicação:

Peitoral, refrescante, suavizante, depurativa, diurética, aperitiva, calmante, anti escorbútica, tónica e reconstituinte.

Purificador do sangue, enriquecendo-o de glóbulos vermelhos. Regulariza a circulação nas doenças do coração e a respiração nas moléstias pulmonares, refresca os intestinos, melhora as diarreias e as disenterias, tonifica o organismo.

Combate a dispepsia, a atonia intestinal, as fermentações intestinais, a nefrite, a bronquite crónica, moléstias do fígado, a síndrome pletórica, tuberculose.

Também o seu consumo é indicado para evitar enfermidades. Tem ação laxante e efeito desintoxicante.

Drena as vias biliares.

Para o sangue é a cura de uvas uma excelente indicação.

  • A cura de uvas

Receita 1: oscila entre oito, quinze, vinte ou trinta dias. Tomam-se, usualmente, 3 quilos por dia. Come-se a uva sem as sementes e a casca. Passados os primeiros dias, pode-se, conforme o caso, tomar maior quantidade.

Pode-se utilizar outras frutas para acompanhar.

Não se deve engolir nas pressas a uva, e sim degustá-la muito bem.

Cada pessoa deve consultar um médico para saber as suas necessidades para a melhor cura da uva – idade, capacidade digestiva, constituição,…. Para a prisão de ventre utilizar também a casca.

Para os rins é melhor o sumo.

Para o fígado recuse a uva moscatel.

Para todos os demais escolha a uva que melhor agradar.

Contraindicação: Ricas em açúcar, as uvas só não são recomendadas aos diabéticos e aos que fazem regimes de emagrecimento.

Veja Também

Flores – Belezas Naturais em Defesa da Vida

No rico universo das flores, muitas ultrapassam limites, distanciando-se da função de decorar ambientes ou …