Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Hino 17 – Segredos que Conto a Você

Hino 17 – Segredos que Conto a Você

                                                               Por Xamã Gideon dos Lakotas

 

Hinário Céu Nossa Senhora da Conceição

Hinário Céu Nossa Senhora da Conceição

Grande espírito é absoluto, ele é o uno e o verso
A tua razão é limitada, não alcança esta grandeza
Raciocinando verás pequeno o universo
Fração pequena da glória, soberania e beleza
Dando nome ao inominável, torna finito o absoluto
Somente pelo sentir de zen, alcançará esta riqueza

A inteligência vem de fora para dentro,
A sapiência vem de dentro, através da intuição
A ciência vem do ego racional e tridimensional
A sapiência vem do EU MAIOR, além desta dimensão
Quando anular o teu ego,  a compreensão racional
Será invadido pelo absoluto e terá a grande visão

Nem só  uno e nem só verso, mas universo
A bipolaridade faz parte de cada ser da criação
O anodo e o catodo está em todo ser vivo
Masculino doação, feminino recepção
Pensar interno, agir externo, a sombra e o brilho
Equilíbrio do belo e do feio, segredos da integração

Guiado teu  Verso-ego pelo teu Uno – EU MAIOR
Deixará o profano e o místico, será espectro
Profano é verso sem uno, Místico é uno sem verso
No equilíbrio do uno e do verso, xamã universo
Que ensina pelo que é, mais do que pela ação
Anulidade do teu ser, a completa integração

Liberdade sem autoridade, desejo da escuridão
Poder sem responsabilidade, desejo ego racional
Verso sem Uno é engano, é pura  frieza razão
Uno sem Verso é engano, é descontrole emocional
Mas o Uno regendo o Verso, caminho da iluminação
Bom caminho vermelho, bom caminho espiritual

Origem de todas as plenitudes, origem de todo silêncio
Só ELE É  e deixa de SER, é o perfeito divinal
WAKAN TANKA, além de qualquer transcendência
É o alfa e o ômega, está na matéria e no espiritual
Consiste e interpenetra, é a suprema consciência
Ele te fez e muito te ama, é o DEUS PAI CELESTIAL

Na tagarelice da mente, o universo não alcançará
Nem maior e nem menor, todos apenas irmãos
Mas só no silêncio da mente , a ti mesmo encontrará
È o fole que aspira o invisível que mantém o fogão
Se muito falar do universo, menos o compreenderá
Só no silêncio da mente que ocorre a integração

Cuidados com sinceridade, só no amor incondicional
A razão de tua vida é bem estar do teu irmão
Ego vigente abandonado, sintonia com  a luz do astral
Não se interessar por si mesmo é a auto realização
Ajudando sempre teu próximo, sendo ajuda incondicional
Aonde pôr os teus dedos, DEUS colocará tua mão

Nada cobrar ou exigir, é reflexo do espiritual
Uno – desejo e Verso – exigência , apenas ilusão
O sábio sabe disto, buscou na fonte imortal
Age na sinceridade e conduz com mansidão
É prestativo em se dar,vive o amor incondicional
Sabe interferir sempre,  ação pela não reação.