Céu Nossa Senhora da Conceição, "Xamã Gideon dos Lakotas", Hino 46 – Caminhos e Necessidades

Hino 46 – Caminhos e Necessidades

                                                               Por Xamã Gideon dos Lakotas

 

Hinário Céu Nossa Senhora da Conceição

Hinário Céu Nossa Senhora da Conceição

Quem compreende o caminho da Luz,
evita as trilhas que podem te desviar.
O caminho da Luz é um atalho direto
à integração sua com todo o universo
pela teia da vida no teu ato de amar

Porque escolher os caminhos tortos?
A opulência e o excesso trás perdição.
Dois terço da humanidade comem mal
passam fome e vivem como um animal
enquanto um terço morre de indigestão!

Para que poucos vivam em opulência
muitos outros pagam vivendo na miséria
Acaso já viu uma criança de fome gemer?
Acaso já viu uma criança de frio tremer?
Um pão e um cobertor evitam a tragédia!

Sabia que o ego é um vaso sem fundo?
Acumula bens que lhe é desnecessário!  
Ajuntar bens que faz falta ao seu irmão,
Também não é isto que faz o ladrão?
Você que escuta, o que tem realizado?

Seja flexível como nos ensina o salgueiro
mas tenha a firmeza da pegada da onça
Razão com intuição é a onça e o salgueiro.
Retira os extremos, dá o caminho do meio
Uma mente adulta com coração de criança.

O poder proíbe, mas não evita a pobreza
Acha que a evolução precisa interferência?
Fabricar armas pela paz? Que tristeza!
Acaso paz já não é ausência da violência?
Já observou o consumismo desregrado?
Quantas fábricas precisam ter existência?
Tudo que compra realmente é necessário?
Pode a futilidade possuir luminescência?
Com os desejos precisam tomar cuidados.
Entre paz e desejos não há coexistência
Um espírito Uno, com o todo é integrado.
A simplicidade é a prova de sua vivencia.