Quadrantídeos – Chuva de Meteoros

Todo começo de ano é assim, nas primeiras horas do dia 4 de Janeiro acontece o pico da Chuva de Meteoros Quadrantídeas. Essa é uma chuva de meteoros visível no hemisfério norte do planeta.

A Chuva de Meteoros Quadrantídeas só poderá ser vista a olho nú para aqueles que estiverem no Hemisfério Norte, o pico ocorre entre os dias 03 e 04 de Janeiro e tem início por volta das 23 horas e se estende pela madrugada. A região do céu, de onde a chuva parece originar-se, encontra-se entre as constelações de Bootes (o Boieiro ou Pastor), Dragrão (Draco) e Ursa Maior.

Geralmente as Chuvas de Meteoros recebem o nome de Constelações onde parecem originar o fenômeno, por exemplo, a chuva de meteoros Orionídeas, parece originar-se na constelação de Órion. Já a Chuva de Meteoros Quadrantídeas origina-se em uma região do céu, onde no passado existia uma constelação chamada “Quadrans Muralis”, mas à partir de 1922, esta constelação foi incorporada a constelação conhecida hoje como Bootes.

O quadrante era um instrumento de madeira utilizado por astrônomos antes da invenção do telescópio, e servia para medir ângulos no céu. Tycho Brahe utilizou um destes instrumentos em tamanho grande para medir com grande precisão as posições dos planetas. Dados estes utilizados após a sua morte por Johannes Kepler que formulou as leis do movimento planetário. Apesar de muitas especulações, a origem da Chuva Quadrantídeas é ainda desconhecida.

Compartilhar

Veja Também

Lua de Sangue

A Lua de Sangue ou Lua Vermelha, é conhecida por este nome devido a coloração …