Como fazer Ayahuasca

A prenda como fazer sua própria Ayahausca, daime ou vegetal, de forma prática, sem dogmas, tabus e crendices. Saiba tudo sobre como produzir ayahausca, desde o plantio, a colheita do Jagube e da Chacrona, até o feitio. Esta receita esta dimensionada para panelas de 120 litros.

Impotante: Ensinamos uma receita simples e prática, porém, assim como em qualquer ritual, necessita primeiro se revestir de seriedade e respeito. No local onde realizará o seu feitio, coloque musicas com sitônias mais elevadas, mantenha o ambiente leve, sempre aconselhamos abrir os trabalhos com uma oração.

Introdução:

A primeira etapa na produção consiste em obter o cozimento. O cozimento é o resultado das decocções (fervuras) do jagube e da chacrona.

Após, com o cozimento em mãos, passamos a segunda etapa, a apuração. A apuração é o processo onde se reduz (apura) o cozimento resultando em ayahuasca.

Portanto, pode-se dizer que ayahuasca é o cozimento reduzido, apurado.

É importante que, antes mesmo de ler a fórmula prática que está disponível logo abaixo, você assista por inteiro o vídeo com toda sua atenção! Compreendido meu filho?

Objetivo:

Com essa receita simples e muito prática, utilizando panelas de 120 litros, o objetivo é preparar 20 litros de uma ayahuasca forte e feita para mirações.

Total da matéria prima utilizada para obtenção de 20 litros de ayahuasca apurada:

  • 10 kg de jagube.
  • 03 kg de chacrona

Preparando os Cozimentos:

Para cada cozimento, colocar na panela de 120 litros:

  • 10 kg de jagube (03 camadas)
  • 3 kg de Chacrona (02 camadas)
  • 70 litros de água

Primeiro cozimento:

Ferva até reduzir de 70 para 20 litros. 

Escoe o cozimento com o auxilio de uma peneira, colocando em uma outra vasilha e guarde-o.

Após escoar o cozimento , mantendo ainda o mesmo jagube e chacrona que foram utilizados, acrescente novamente em cada panela, 70 litros de água e ponha no fogo para ferver.

Segundo cozimento:

Ferva novamente até reduzir de 70 para 20 litros.

Utilizando um peneira escoe esse cozimento, colocando-o junto do cozimento anterior.

Como são duas panelas onde cada uma ficou com 20 litros de cozimento, você terá 40 litros de cozimento.

Após escoar o cozimento , mantendo ainda o mesmo jagube e chacrona que foram utilizados, acrescente novamente em cada panela mais 70 litros de água e ponha novamente no fogo para ferver.

Terceiro cozimento:

Reduzir de 70 para 20 litros.

Utilizando um peneira escoe esse cozimento, colocando-o junto dos cozimentos anteriores.

Como são três panelas onde cada uma ficou com 20 litros de cozimento, você terá 60 litros de cozimento.

 

Após o primeiro e segundo cozimento, todo aquele jagube e a chacrona que foram utilizados agora são matéria morta.

Se jogados numa vala de compostagem transformam-se em um excelente adubo orgânico.

Lembra, após a retirada do primeiro e segundo cozimento, manter a mesma matéria prima usada para a produção do terceiro cozimento.

Apuração do Cozimento – Ayahuasca Pronta

Para apuração dos 60 litros de cozimentos obtidos, acrescer numa única panela de 120 litros, e levar em fogo brando.

Ferver esses 60 litros de cozimento até reduzir para 20 litros.

Estes 20 litros finais já são uma forte Ayahuasca!

Proporção e Dimensionamento

Apesar da receita acima estar dimensionada para panelas de 120 litros, poderá ser adaptada para qualquer volume, desde que mantidas as mesmas proporções entre Jagube, Chacrona e Água. Por exemplo:

Penela de 120 litros

  • 10kg de Jagube
  • 3kg de Chacrona
  • 70 litros de água

Proporção para 20 litros de Ayahuasca

Panela de 12 litros

  • 1kg de Jagube
  • 300 gramas de Chacrona
  • 7 litros de água

Proporção para 2 litros de Ayahuasca

Panela de 60 litros

  • 5kg de Jagube
  • 1,5kg de Chacrona
  • 35 litros de água

Proporção para 10 litros de Ayahuasca

Colheita e Preparação:

Após a colheita do Jagube e da Chacrona, ambos deverão ser bem limpos, retirando toda sujeira existente, inclusive o limo.

É importante limpar todas as folhas e todo o cipó.

As folhas após colhidas e lavadas podem ser utilizadas sem nenhum outro processamento.

Já o jagube, por ser lenhoso, necessita ser dilacerado, o que pode ser feito com um porrete, batendo constantemente até desfiá-lo por completo.

Para produção em maior escala, poderá triturar o Jagube com o auxílio de um triturador, como esses utilizados para triturar a cana para a criação de gado. 

Embora a Ritualística da maceração do Jagube seja bonita, a maioria dos feitores conhecidos no brasil, utilizam triturados, realizando a bateção apenas em eventos comemorativos. 

Banco Nacional da Ayahuasca

Estamos montando o Banco da Ayahuasca, começando por formar novamente mais 1.000.000 ( um milhão ) de mudas de Jagube e Chacrona para serem GRATUITAMENTE distribuídas em todo o Brasil.

Se você possui terras e deseja formar seu próprio plantio de Jagube e Chacrona para em pouco tempo produzir sua própria Ayahuasca, livrando-se de vez dos “mestres” iludidos, dos drogados do santo daime e da exploração comercial em nome do sagrado. 

As mudas lhe dou de GRAÇA, meu filho, e tantas quanto puder plantar!

O Projeto – Ayahuasca para Todos – onde os participantes, após participar de um curso de capacitação e uma vez aprovados e devidamente afiliados a esta OBRA, recebem de graça e imediatamente cerca de 12 litros de nossa forte Ayahuasca para seu uso religioso individual e responsável no altar de sua casa.

Ayahuasca que produzimos aqui e que você poderá levar gratuitamente para a sua casa, basta comungar dela 100 ml para que tenha um intenso trabalho de noite inteira.

A mensalidade paga pelo afiliado é somente 10 reais… 10 reais por mês e nada mais!

Alguém já fez isso por você alguma vez meu filho?

Hoje são em milhares de pessoas, os ex daimistas, ex udvistas e ex de outras linhas, que felizes e livres se beneficiam do Projeto Ayahuasca para Todos.

Compartilhar

Veja Também

Falsas Igrejas de Daime – Drogadição e Comércio

Me foi confiado pelo “Alto” uma Obra de Luz, e para isto me foi entregue …