O Grande Vazio

Mensagem transcrita de uma palestra realizada pelo Xamã Gideon dos Lakotas

Nesta mensagem eu lhes narro uma experiência de consciência alterada no grande vazio, no nada de Buda.

Também me apresento a vocês para que me conheçam melhor e que possam me avaliar pelas minhas próprias palavras, mas será através de minhas obras que me conhecerão de fato, pois é pelos frutos que se conhece a árvore .

Amados e amadas , Que a paz e a luz do GRANDE ESPÍRITO se façam em vossas mentes e corações, mas além dos teus 5 sentidos, para que possam reconhecer a supremacia do grande vazio dentro de ti e testificar a divina compreensão vinda de lá através somente das obras que você fizer…

Meu nome de batismo é Emiliano Dias Linhares, porque todos recebemos um nome quando nascemos. Mas meu nome espiritual é Gideon, porque todos nós temos um nome espiritual. Minha última encarnação aqui na Terra foi como Lakota , um povo espiritualizado que fizeram do seu modo de vida um exemplo e luz e amor. Esta tribo ficou conhecida como a tribo do pai dos xamãs e foi lá onde me iniciei e ocupei a posição de Xamã consagrado. Então hoje me identifico como Gideon dos Lakotas, como uma modesta homenagem ao amor do meu povo que fala através de mim.

Nesta encarnação, desde bem criancinha as capacidades mediúnicas se apresentavam com força e eu sempre soube que vim para dar o início em uma Obra de Luz, que quando eu estivesse suficientemente amadurecido, o Astral Superior me daria o sinal. A mão do alto me conduzia e, antes mesmo da adolescência, adentrei ao estudo do kardecismo, através de meu estimado amigo de infância Jerônimo Marques Vespúcio e seus adoráveis pais João Vespúcio e a Dona Isaura Vespúcio.

Em 1984 vim para o estado de São Paulo, estado maravilhoso e que é mesmo o coração do Brasil. Entrei no banco Bradesco como escriturário e trabalhava das 07 as 13 hs, depois a tarde em vendia cachorros quentes. Depois adentrei na corporação militar como bombeiro, e depois como enfermeiro, chegando a chefiar uma das unidades da UTI do Hospital Militar em São Paulo.

Quando jovem, no início da vida, vendi muito mel , fabriquei muito perfume e produzi defumados como o salaminho e a calabresa . Montei comércios , toquei lanchonete , montei restaurante e até que me tornei empresário. Quanto aos estudos , me aprofundei muito no universo da teologia e da parapsicologia.

Fiz esta pequena apresentação apenas para que vocês enxerguem que aqui não há ninguém diferente de vocês, que aqui não há nenhuma grande personalidade histórica famosa ou reencarnação de celebridades como o rei Davi , João o batista ou Salomão e ainda outras personagens bíblicas. Que aqui se encontra apenas um simples espírito já velho e muito sofrido, desapegado da matéria e firme na luz Wakan Tanka, mas que com certa pressa tento dar minha pequena colaboração para a humanidade devido aos momentos difíceis que irão em breve passar.

A Vivência do Grande Vazio

Certa vez eu estava chateado com a cegueira racional dos filhos dos homens, porque enxergam como se houvesse fumaça nos olhos e se perdem nas guerras e na ilusão.

Me retirei para a realizar um trabalho de consciência ampliada . Era uma tarde bonita, havia muitas nuvens e o avô sol não se manifestava com intensidade .

Levando comigo meus instrumentos consagrados, que é a minha bolsa de couro com tabaco, isqueiro e meu cachimbo, me retirei para a parte mais alta da floresta e me assentei em um tronco. Abaixei conscientemente meu nível cerebral para teta profundo, iniciei meu trabalho de consciência ampliada e assim me mantive.

De repente, como num passe de mágica, eu não estava mais ali. Estava no grande vazio, onde não chega os pensamentos e o silêncio absoluto reina com perfeição. Frequência onde habita as mentes iluminadas. Milhares de Mestres Ascensionados, milhares de Budas e espíritos já Crísticos se faziam presentes nesta frequência, que é além dos sentidos dos homens e além de seus corações também. Um local onde vivem os solitários com DEUS e ao mesmo tempo integrados entre todos, um local aonde o GRANDE ESPÍRITO É deixa de SER . Havia lá o poder de mil tempestades que se apresentava com a suavidade de uma pétala de rosa, um mesclado em força e candura, ………….. harmonia, harmonia total, plena, é tudo que posso expressar.

Senti a presença do Dr.Celso Charuri, do Sr.Gautama, e a presença do Mestre Jesus se fazia muito forte. Honra meus queridos, muita honra foi o que senti, por terem ali permitido eu estar!

Imaginem só, Eu, o menor peixe desta obra, presente ali, no mundo das grandes mentes…. que presente me deram!!!!!

E neste êxito percebi um som que não havia nota, uma comunicação sem voz, uma aula sem palavras. Era como a brisa que sopra mansamente nos pinheiros no fim das tardes serenas….. fuiiiiii.

E eu disse com a minha mente. “SENHOR, eu reconheço a tua voz SENHOR!”

Era a voz de DEUS, fuiiiiiiiii…………… e uma gama enorme de conhecimentos eram passados a mim através deste som…. fuiiiiiiii………………. ali permaneci por um tempo além do tempo e antes do tempo, desfrutei da presença de meu SENHOR , depois retornei .

 

Deseja ser levado ao Grande Vazio, experienciar o Nada de Buda?

Também, de todo meu coração, desejo te ver lá.

Mas neste grande vazio, só chega os que já acordaram para a Felicidade do aqui e agora, só chegam os que abandonaram o mundo da ilusão, aqueles que já despertaram seu guerreiro interior para o domínio das paixões do coração. Isto, independente do caminho que você escolher seguir, seja pela meditação, plantas de poder, o caminho das fricções ou qualquer outro caminho, as batalhas internas se fazem prementes…….

Para se chegar a este nada de Buda ou grande vazio, precisa se doar por inteiro, porque amor é doação. Somente o amor de um pai por um filho é verdadeiro, pois o contrário deste já houve interesse, pois um filho diz amar seu pai, no entanto depende do que ele lhe fornece. Amor incondicional é amor desinteressado, amor é doação.

Teus sentido foram feitos para percepção do externo, portanto não poderão te levar ao grande vazio. Nenhuma forma de sentimento humano também se encontra por lá, porque apenas o amor verdadeiro esta lá. Mas um amor impossível e se pôr em palavras!

Para se estar no grande vazio, primeiro você precisa morrer para só depois renascer, o MESTRE JESUS afirmou isto na bíblia. Sim, precisa morrer nas coisas da matéria bruta e nascer para o espírito, pois não se serve a dois senhores. Após a morte da semente é que nasce a árvore. A semente não tinha como ter certeza disto, precisou confiar. Também com você é assim, precisa confiar na força maior para vencer teus medos e se jogar no grande vazio.

Você esta pronto para morrer? Então abandone a tua mente porque nela existe conceitos; abandone o teu corpo, porque nele existe necessidades; abandone o teu ego, porque nele existe racionalização; abandone tua identidade, porque nela existem falhas, e aí sim estará pronto para renascer. Porque, sem que faças isto não estará pronto para morrer.

Como já expliquei várias vezes, o silêncio leva a reflexão, a reflexão leva a meditação, a meditação leva a contemplação, e somente na contemplação descobrimos “o segredo”.

E o grande segredo irmãos, é que somos manifestações da mente de DEUS. Então no nada de Buda, no grande vazio, não encontrará sentimentos, pensamentos, desejos e personalidades.

Deseja chegar lá no grande vazio e que já se faz presente em você também?

Um bom começo é abandonar de vez o mundo da ilusão!

Seja espiritual mas com os pés bem plantado no chão. O caminho do meio é sempre o correto, nem o fanatismo da religião e nem o ceticismo da ciência da raça branca, mas a unificação entre a ciência e a religião, a unificação da mente espiritual liberta de um índio com a mente razão lógica da raça branca.

Comece por quebrar verdades efêmeras de que somente as plantas de poder te colocara no nada de Buda. Porque, nada é capaz de te levar lá, é você quem precisa ir. Esta cruz é tua, levante-a e carregue-a.

Não tem outro caminho, apenas dominando as paixões do coração e se tornando senhor de si mesmo é que você atingirá o grande vazio.

A meditação é excelente e as plantas de poder também!

Somente no amor incondicional e na compaixão do Mestre JESUS, você adentrará o nada de Buda. Desperte então o teu guerreiro interior para as verdadeiras batalhas que só acontecem no coração . Para o grande vazio é você quem precisa ir, então desperte para a guerra. Comece agora!

Porque o grande presente que DEUS nos deu, é o presente, o aqui e o agora. Ontem já se foi e o amanhã ainda não chegou. Somos uma ponte entre o ontem e o amanhã. Cultive bem o teu presente para que colhas bem o teu amanhã!

Tenho frequentado muito o grande vazio, o nada de Buda. Lá há mentes iluminadas que, quando na Terra, foram monges, xamãs, filósofos, druidas e ainda outras formas de manifestações.

Deseja mostrar a luz que habita em você? Então brilhe!

Brilhe tua luz de xamã, ao invés de se mostrar com cocares, penachos, mandalas, porque a luz se faz visível e vem de dentro de ti.

Brilhe tua luz de monge, ao invés de se mostrar de roupão ou batina, e posição de lótus, porque a luz se faz visível e vem de dentro de ti .

Brilhe tua luz de filósofo, ao invés de se mostrar com vários anéis e colares simbólicos, porque a luz se faz visível e vem de dentro de ti .

Demonstra que você tem luz através vestuários e penduricalhos externos que são puro ego. É o ego tentando mostrar aos demais que é espiritualizado!

A única forma externa de se ver a tua luz é através das obras que faz! … “me mostre tuas obras e conhecerei a tua fé”.

Às vezes uso as plantas de poder como o vinho das almas (Ayahuasca – vegetal – daime), mas é quando desejo um colinho. Na experiência que cito acima não usei. Fiz por mim mesmo, até mesmo o cachimbo com tabaco puro pitei após retornar da experiência.

O Grande Vazio e as Plantas de Poder

Aqui no Céu Nossa Senhora da Conceição escolhi auxiliar os irmãos e irmãs que vem buscando luz, realizando os trabalhos espirituais xamânicos através do vinho das almas (ayahuasca), porque cientificamente não é uma droga entorpecente, e permite que rapidamente se faça a conexão entre a mente e o coração.

Mas todos, uns mais cedo e outros mais tarde, inevitavelmente atingirão o estado de ser “Senhor de Si Mesmo”, e não precisarem mais de plantas de poder, pois a função divina das plantas de poder é elevar o teu espírito ao degrau do psiquismo.  Mas uma vez atingido este estágio espiritual, você e suas necessidades serão outras.

Então saibam que aqui, nesta casa, encontrará um trabalho sério, interessado apenas em você, “Essência”, e não em teus problemas e doenças, pois, teus problemas e doenças são coisas externas. Estamos interessado em você, em lhe devolver para a realidade espiritual retirando você da ilusão da mente. Por isto, estamos interessados apenas em você, porque a cura está em você. Por isto, aqui as pessoas se livram rápido do vício de drogas como a maconha, a cocaína, o cigarro, o álcool e ainda de outros vícios, como as peças pregadas pelo ego. Mas você precisa desejar crescer, sair da ilusão, desejar curar-se.

Xamã Gideon dos Lakotas.

Compartilhar

Veja Também

O que é o Passe Mediúnico Ascensionado?

O Homem é dotado de uma universidade de capacidades, entre elas há a capacidade de …