Aldebaran – Touro

Aldebaran é a estrela mais brilhante da constelação de Touro representando o seu olho. É aquela estrela vermelha que fica mais ao centro do céu, seguindo uma linha a partir das “Três Marias” ou o cinturão da constelação de Orion. Sendo a estrela mais brilhante da constelação, também é denominada de Alpha Tauri (α Tau).

O nome Aldebaran vem de uma derivação da expressão árabe al-dabarān que significa “Aquela que Segue”, pois a estrela parece que está perseguindo o aglomerado de estrelas chamado de Plêiades – também conhecida como o Coração do Touro ou Chave do Céu.

Constelação de Touro

No Hemisfério Norte ficou conhecida como uma das 04 estrelas reis, pois estava ligada ao equinócio de outono, determinado o início desta estação.

Brilho real de Aldebaran

Os Persas, há 3000 anos, dividiram a abóboda celeste em quatro partes, correspondentes às quatro estações, e seus marcos iniciais eram quatro estrelas. Por este motivo, ficaram conhecidas como estrelas-reis, ou guardiãs do céu, sendo duas estrelas com brilho pálido e duas com brilho avermelhado:

  • Aldebarã de Touro – Outono;
  • Fomalhaut de Peixe Austral – Inverno;
  • Antares de Escorpião – Primavera;
  • Régulus de Leão – Verão.
Comparação tamanho Aldebarã

Aldebaran é uma Gigante Vermelha que está a 65,1 anos-luz da terra. É um estrela muito luminosa com 150 vezes o brilho do Sol, e 38 vezes o seu tamanho, com temperatura de 4.000º K (considerada fria) . 

Apesar de ser muito grande, possui apenas 1,2 vezes a massa do nosso sol, isto ocorre pois a estrela está nos momentos finais da sua vida, quando o combustível que a mantinha começa acabar, forçando uma guerra entre a energia gerada e a gravidade. A estrela vai expandindo até que, em um certo limite, entra em colapso, explodindo.

Veja Também

Calendário Astronômico 2021

Confira os principais eventos astronômico de 2021 em nosso calendário. Todos os principais acontecimentos celestes …